ULTIMAS NOTÍCIAS

quinta-feira, 31 de março de 2016

REFLEXÃO PARA A NOITE DE HOJE!

“A Vida é um caminho tão curto, que quando nos damos conta já o percorremos por inteiro com tanta avidez e ânsias passageiras, e ai sim, ao sentirmos próximo o seu final, é que vemos o quanto deixamos de fazer, para que esse caminho tivesse menos percalços, sofrimentos e dores.” (GUTEMBERG LANDI)

Grupo faz ato em defesa do governo Dilma Rousseff em Natal

Manifestantes se concentram no Tirol e devem caminhar pela Zona Sul. Segundo organizadores, há 25 mil pessoas no ato; PM não divulga estimativa.

Grupo protesta a favor do governo Dilma em Natal (Foto: Fernanda Zauli/G1)
Grupo protesta a favor do governo Dilma em Natal
Pessoas que apóiam o governo Dilma Rousseff (PT) voltam a realizar um ato pelas ruas de Natal na tarde desta quinta-feira (31). O grupo se concentra em frente ao shopping Midway Mall, na Zona Sul, e deve seguir até a praça da Árvore de Natal, em Mirassol, bairro também da Zona Sul. O protesto começou às 16h.
O ato é organizado pela Frente Brasil Popular. Às 17h25, os organizadores informaram que há 25 mil na manifestação. A Polícia Militar disse que só vai divulgar estimativa de presentes ao final do ato.
Além da capital potiguar, diversas manifestações a favor e contra o governo acontecem no restante do país. O G1 acompanha os protestos em tempo real.
O advogado Evandro Borges lembrou do posicionamento da OAB, que se colocou a favor do impeachment de Dilma. "O posicionamento da OAB a favor do impeachment não é unânime. Hoje, os advogados do Rio Grande do Norte também saem às ruas em defesa da democracia e contra o golpe".
O cirurgião dentista Ycaro Jailton saiu de Caicó, cidade na região do Seridó potiguar, para participar da manifestação em Natal. "O impeachment não tem legitimidade jurídica, por isso é golpe. Eu estou aqui pra defender o meu voto é o da minha filha de 17 anos. Para defender a democracia", disse.
Segurança
Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte, cerca de 550 profissionais estão trabalhando no ato. São agentes de segurança pública da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Itep, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Guarda Municipal e agentes de trânsito.
A Secretaria recomenda condutores de veículos evitem trafegar no trecho da manifestação a partir das 15h, quando uma das vias, sentido Parnamirim/Natal será interditada.

A Polícia Rodoviária Federal orienta os condutores que necessitarem deslocar neste sentido que busquem recorrerem a vias paralelas, como o prolongamento da Prudente de Morais (entrado pelo Conjunto Cidade Satélite), avenida Integração (retornando pelo viaduto de Ponta Negra) ou pelas rotas do Campus Universitário (entrado pela avenida Engenheiro Roberto Freire). Por uma questão de segurança não será permitida o acúmulo de pessoas nas passarelas sobre o trecho do percurso.

Policiais também serão distribuídos a pé e veículos durante todo o percurso para garantir a segurança dos participantes, bem como do público que circulará pelo trajeto.
Mossoró
Um outro ato pró-governo Dilma Rousseff também está sendo realizado em Mossoró, cidade da região Oeste potiguar. A PM e os organizadores ainda não repassaram a estimativa de pessoas na manifestação.
Manifestação em Pau dos Ferros, no Rio Grande do Norte (Foto: Tarso Costa)
Manifestação em Pau dos Ferros, no Rio Grande do Norte
Pau dos Ferros
Em Pau dos Ferros, cidade também do Oeste do Rio Grande do Norte, um ato a favor do governo aconteceu na manhã desta quinta (31). Segundo os organizadores, o ato reuniu 1.500 manifestantes. Segundo a PM, foram 300.
Às 17h25, os organizadores estimaram em 25 mil pessoas no ato em Natal (Foto: Fernanda Zauli/G1)
Às 17h25, os organizadores estimaram em 25 mil pessoas no ato em Natal 
Manifestantes se concentram no bairro do Tirol, na Zona Sul de Natal (Foto: Fernanda Zauli/G1)
Manifestantes se concentram no bairro do Tirol, na Zona Sul de Natal 
Manifestante exibe cartaz contra comissão do impeachment de Dilma (Foto: Fernanda Zauli/G1)
Manifestante exibe cartaz contra comissão do impeachment de Dilma


Garibaldi Filho: “PMDB dá tudo pra não entrar numa briga, mas se quiserem a briga nós vamos topar”



Na tribuna do Senado nesta quarta-feira, o senador Garibaldi Filho (PMDB) mandou recadinho do coração para o PT, “antigo” companheiro de chapa.
“Não pretendo ingressar nesse jogo, nem pretendo me intimidar. Os que hoje dizem que o PMDB é isso ou aquilo, detratando a imagem do meu partido, ontem diziam o contrário. Com relação ao presidente Michel Temer, que é tão acusado hoje, antes era considerado um vice-presidente da mais absoluta confiança e apreço, merecendo a admiração do atual governo”, lembrou Garibaldi Filho, afirmando que não utilizará de “radicalização nem de maniqueísmo”.
Garibaldi afirmou que a conterrâneis Fátima Bezerra foi assim, “radical e maniqueísta”.
Para Garibaldi, o PMDB dá tudo pra não entrar numa briga, “mas se quiserem a briga nós vamos topar”.

EM JARDIM DE ANGICOS, Victor Teixeira reúne oposição e pode ser nome de consenso


O advogado e atual vice-prefeito de Jardim de Angicos, Victor Teixeira (PEN) vem trabalhando o seu nome junto ao grupo de oposição para as eleições deste ano. Ele reuniu no último final de semana diversas lideranças no objetivo de apresentar um projeto que possa unir e fortalecer o grupo.
Na reunião, entre as lideranças estiveram presentes o vereador Aléxis Lima (PR) e o suplente vereador Gleydson Bezerra.

Após novo empate nas Eliminatórias, PMDB deixa oficialmente a CBF



O PMDB acaba de anunciar o fim do apoio ao técnico Dunga e a saída oficial da CBF. Após o empate com o Uruguai e Paraguai por 2 a 2 nas Eliminatórias da Copa, o PMDB decidiu sair da CBF antes que Dunga sofra um impeachment. Acostumado a sempre estar associado à situação, o PMDB deixa a Seleção após anos de maus resultados e o fim do reinado do futebol brasileiro.
Os deputados, senadores, governadores, prefeitos, vereadores e simpatizantes do partido estão proibidos de usar camisas da Seleção em manifestações.

O cenário gelado do circuito de serras do Rio Grande do Norte

Para relaxar um pouco nesse brasil sem jeito, as imagens do frio nessa quarta-feira chuvosa no Oeste do Rio Grande do Norte.
As fotos são do whats do grupo #circuitodasserraspotiguares

MARTINS

PORTALEGRE



Dilma Rousseff convidou Fábio Faria para ser ministro do Turismo

O deputado federal Fábio Faria tinha mais era que negar que foi convidado para ser ministro dos Esportes.
É que o convite feito pela presidente Dilma Rousseff foi para Fábio ser ministro do Turismo, no lugar do ex-ministro Henrique Alves.
Fábio não aceitou.

STF mantém decisão que tirou de Moro investigações sobre Lula

Por oito votos a dois, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na tarde desta quinta-feira (31) que as investigações da Operação Lava Jato sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva devem permanecer na Corte. A maioria dos ministros decidiu manter a decisão anterior do ministro relator, Teori Zavascki. Com a posição do plenário, a parte da investigação que envolve Lula permanecerá no STF e não com o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da operação na primeira instância.
No voto, o ministro Zavascki afirmou que, apesar da questão da legitimidade das interceptações das conversas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não fazer parte do julgamento desta tarde, algumas das provas podem perder validade. O ministro citou o fato de uma das conversas ter sido gravada depois do pedido para que as interceptações fossem suspensas.

CHARGE DO DIA

Moro pede desculpas ao STF por vazamento de grampos



O juiz federal Sérgio Moro admitiu hoje (29) ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki que lamenta e pede "escusas" (desculpas) por ter autorizado a divulgação de escutas telefônicas entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidenta Dilma Rousseff. Ao ministro, Moro também disse que não teve intenção de provocar polêmicas, conflitos ou constrangimentos.
"Diante da controvérsia decorrente do levantamento do sigilo e da decisão de vossa excelência, compreendo que o entendimento então adotado possa ser considerado incorreto, ou mesmo sendo correto, possa ter trazido polêmicas e constrangimentos desnecessários. Jamais foi a intenção deste julgador, ao proferir a aludida decisão de 16 de março, provocar tais efeitos e, por eles, solicito desde logo respeitosas

escusas a este Egrégio Supremo Tribunal Federal", disse Moro.

Moro enviou as informações a pedido de Zavascki após a decisão do ministro que determinou a suspensão das investigações da Operação Lava Jato que envolvem Lula e envio dos processos ao Supremo.
Com a decisão de Teori, Moro avaliou que seu entendimento sobre a questão foi incorreto. O juiz também afirmou que não determinou a quebra de sigilo telefônico de nenhuma pessoa com prerrogativa de foro e que os diálogos envolvendo a presidenta Dilma e ministro do gabinete pessoal da presidência, Jaques Wagner, o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, e parlamentares, foi encontrada de forma fortuita nas investigações.
"O levantamento do sigilo não teve por objetivo gerar fato político-partidário, polêmicas ou conflitos, algo estranho à função jurisdicional, mas, atendendo o requerimento do MPF, dar publicidade ao processo e especialmente a condutas relevantes do ponto de vista jurídico e criminal do investigado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que podem eventualmente caracterizar obstrução à Justiça ou tentativas de obstrução à Justiça", justificou Moro.
Lula
No despacho, Moro também cita um áudio no qual ex-presidente Lula entrou em contato com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. Segundo Moro, Lula tentou que houvesse interferência de Barbosa na Receita Federal. Segundo o juiz, Lula "aparentemente" tentou interferir nas investigações.
"Em cognição sumária, o ex-presidente contatou o atual ministro da Fazenda buscando que este interferisse nas apurações que a Receita Federal, em auxílio às investigações na Operação Lava Jato, realizada em relação ao Instituto Lula e a sua empresa de palestras. A intenção foi percebida, aparentemente, pelo ministro da Fazenda, que, além de ser evasivo, não se pronunciou acolhendo a referida solicitação. O ex-presidente, aparentemente, tentou obstruir as investigações atuando indevidamente, o que pode configurar crime de obstrução à Justiça", disse o juiz.
Validade do áudio
Sobre a validade da conversa entre Lula e o ministro da Fazenda como prova criminal, Moro sustentou que o diálogo tem relevência para a investigação, mesmo sendo encontrado fortuitamente nas investigações.
"A colheita fortuita do diálogo com autoridade com foro privilegiado, entretanto, não implica a necessidade de mudança do foro para o Supremo Tribunal Federal, pois não há qualquer elemento probatório que autorize conclusão de que o ministro Nelson Barbosa cedeu às solicitações indevidas do ex-presidente, o contrário se depreendendo do diálogo. Isso, porém, não torna inválida à interceptação ou impede a utilização ou a divulgação do diálogo, a pretexto de preservar privacidade, pois não há esse direito em relação ao investigado Luiz Inácio Lula da Silva, já que o diálogo, para ele, tem relevância jurídico-criminal," diz Moro.
Diálogo entre Lula e Dilma
Sobre o diálogo entre Lula e a presidenta Dilma, Moro explicou que autorizou o levantamento do sigilo por entender que ele não tinha relevância criminal para Dilma, sendo que Lula era o investigado.
"O foco da investigação era o ex-presidente da República, então destituído de foro por prerrogativa de função e, embora o referido diálogo no contexto de obstrução fosse juridicamente relevante para ele, não parece que era tão óbvio assim que também poderia ser relevante juridicamente para a excelentíssima presidenta da República".
Advogado de Lula
Sobre a autorização de interceptação das conversas de um dos advogados do ex-presidente, Roberto Teixeira, Moro afirmou que determinou apenas grampear um número de celular e que não tem conhecimento de que os números do escritório de advocacia tenham sido interceptados. De acordo com as investigações, Teixeira teria representado os empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar na compra do sítio frequentado pela família de Lula, em Atibaia (SP).
"Desconhece este Juízo que tenha sido interceptado outro terminal dele  [Roberto Teixeira] ou terminal com ramal de escritório de advocacia. Se foi, essas questões não foram trazidas até o momento à deliberação deste juízo pela parte interessada. Se o advogado se envolve em condutas criminais, no caso suposta lavagem de dinheiro por auxiliar o ex-presidente na aquisição com pessoas interpostas do sítio em Atibaia, não há imunidade à investigação a ser preservada, nem quanto à comunicação dele com seu cliente também investigado", disse.
Novos áudios
No pedido de informações, Moro também afirmou que existem mais conversas telefônicas do ex-presidente que foram gravadas. "Há outros diálogos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva intencionando ou tentando obstruir ou influenciar indevidamente a Justiça. Há também diálogos nos quais revela a intenção de intimidar as autoridadades responsáveis pela investigação e processo", afirmou Moro.
Na quinta-feira (31), o STF decidirá se o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela investigação da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, continuará na condução dos inquéritos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Na semana passada, o ministro Teori atendeu a pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) e suspendeu, com base em jurisprudência da Corte, a divulgação das interceptações envolvendo a Presidência da República e fixou prazo de dez dias para que Sérgio Moro preste informações sobre a divulgação dos áudios do diálogo entre a presidenta Dilma Rousseff e Lula, tornadas públicas após decisão do juiz.
Com informações da Agência Brasil

Contra H1N1, igreja suspende aperto de mão e hóstia na boca

A Diocese de Taubaté, no interior do São Paulo, divulgou nesta quarta-feira (30) uma circular pedindo aos párocos cuidados especiais durante as missas para evitar o contágio do H1N1. Entre as recomendações, estão mudanças no ritual litúrgico, como evitar dar as mãos ao rezar, o fim da saudação de paz e a distribuição da hóstia na eucarista apenas nas mãos dos fiéis.
O documento assinado pelo bispo diocesano de Taubaté, Dom Wilson Luís Angotti Filho, foi direcionado a todos os agentes de pastoral. Segundo o padre Kleber Rodrigues, assessor de liturgia da diocese, a campanha sempre ocorre durante outono e inverno para alertar sobre a gripe.
Neste ano, com o aumento dos casos de H1N1, a ideia é já alertar sobre o risco da doença e como evitá-la. “Fazemos a leitura desta circular e despertamos para a questão de higiene na vida da pessoa também. Que ela se lembre acima de tudo que precisa tomar cuidados no seu dia a dia”, disse o padre.
Outro pedido que consta no documento é para que haja ventilação durante as missas. Fora das missas, há também uma orientação para que haja “particular atenção” quando forem feitas comunhões durante visitas a pessoas doentes.
A Diocese de Taubaté abrange igrejas de 11 cidades do Vale do Paraíba – em Pindamonhangaba, Caçapava, São Bento do Sapucaí, Santo Antônio do Pinhal, Campos do Jordão, São Luiz do Paraitinga, Natividade da Serra, Jambeiro, Redenção da Serra, Taubaté e Tremembé.

PM prende suspeitos em velório de criança morta em Natal; o pai seria o alvo

O Agora RN destaca que, nessa quarta-feira (30), ocorreu o velório do garoto Luiz Davi, de apenas três anos, morto após ser atingido por um tiro na cabeça em Natal. Mesmo inconformados com a situação, a família ainda teve que passar por momentos preocupantes.
Segundo informações da polícia, três homens foram detidos por estarem armados durante o velório. Os policiais acreditam que .o trio foi até o local para ‘terminar o serviço’ e matar o pai da criança, que seria o alvo do disparo que acabou matando o pequeno Luiz Davi. Os detidos seriam integrantes de uma facção criminosa que atua no Rio Grande do Norte

José Agripino avalia que impeachment é melhor saída para as crises política e econômica

agripino
O senador José Agripino (DEM-RN) alertou para os graves problemas econômicos do país e o perigo do “esgarçamento” do tecido social, frisando que o impeachment da presidente Dilma Rousseff é o único caminho para a salvação nacional. Agripino prevê, porém, que um eventual governo de Michel Temer enfrentará grandes dificuldades e a classe política terá o dever de deixar o futuro presidente à vontade para formar seu governo com as “melhores cabeças”.
“Haverá problemas em todas as pastas. Haverá necessidade de competência de ministros e capacidade dos ministros de exercer interlocução com a sociedade, com os diversos segmentos da sociedade, para que o governo seja entendido. Nos espera uma quadra dificílima. Que ninguém espere que, para construir esse omelete, não se tenha que se quebrar alguns ovos”, disse ele.

NOTÍCIAS DO SERIDÓ: Açudes transbordam em Ouro Branco e desaguam para o açude Itans

ouro
As barragens de Manoel Brito e Zé Pedro, ambas no município de Ouro Branco, transbordaram com a chuvas na tarde de hoje (30). Os dois reservatórios desaguam para o açude Itans, em Caicó.

Propriedades rurais do país precisam ser cadastradas no Sistema Eletrônico do CAR

Todas as propriedades rurais do país precisam ser cadastradas no Sistema Eletrônico do CAR (SiCAR). A inscrição é condição necessária para que os imóveis façam parte do Programa de Regularização Ambiental (PRA). Isso dará início ao processo de recuperação ambiental de áreas degradadas dentro dos terrenos, conforme prevê a Lei 12.651, de 2012, a chamada Lei Florestal.
Produtor que não estiver cadastrado não terá acesso a políticas públicas como: crédito rural, linhas de financiamento e isenção de impostos para insumos e equipamentos.
Criado pela Lei 12.651/2012 no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente – SINIMA, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um registro eletrônico obrigatório e fundamental para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais do país. Ele consiste no levantamento de informações georreferenciadas do imóvel, com delimitação das Áreas de Proteção Permanente (APP), Reserva Legal (RL), remanescentes de vegetação nativa, área rural consolidada, áreas de interesse social e de utilidade pública, com o objetivo de traçar um mapa digital a partir do qual são calculados os valores das áreas para diagnóstico ambiental.

Chuvas ultrapassam a casa dos 100 mm no Seridó nesta quarta

chuva-1
Depois de uma chuva de 210 mm, eis que em Jardim do Seridó voltou a chover nesta quarta-feira (30) e alcançou a marca dos 112mm. Em Parelhas a precipitação foi de 110 mm, seguido do povoado de Currais Novos pertencente ao município de Jardim do Seridó com 94 mm, dentre outros municípios.

quarta-feira, 30 de março de 2016

LEMBRANÇAS DO PASSADO

QUE LEMBRANÇA BONITA DO PASSADO!

Publico essa matéria como Lembrança dos tempos áureos e do convívio nos finais de semana na bravia praia de Tibau-RN. Lembro-me  muito bem deste veículo tipo caminhão (MIXTO) que fazia o trajeto entre os municípios de Mossoró e Limoeiro no Norte, este último, localizado no Estado visinho do Ceará, só que no trajeto, passava pela cidade praia de Tibau-RN. Quantas lembranças da época, em que esse humilde blogueiro, explorava uma atividade extra (bico nos finais de semana) nos serviços de bar e restaurante na cidade praia de Tibau, mais precisamente na praia do Ceará, Bar esse, denominado de 'UTI DA RESSACA', boas lembranças.

FOTO: Cedida do amigo Sergio Fábio de Mossoró-RN

Ciro diz que Temer é “anão moral e traidor”

cirogomes
De Ciro Gomes:
“Anão moral, traidor e parceiro intimo de tudo que não presta, à frente deste capítulo do golpe de estado em marcha no Brasil”.
Sobre Michel Temer.

Um morre e dois são presos após assalto aos Correios em Montanhas

Suspeito entraram em confronto com policiais militares após roubo.

 Na manhã desta quarta-feira (30), policiais militares do 8º BPM efetuaram a prisão de dois suspeitos de assaltar a agência dos Correios no município de Montanhas, distante 96 km da capital potiguar. Um terceiro suspeito morreu em confronto com a PM.
De acordo com os policiais que participaram da ação, três homens adentraram na agência dos Correios de Montanhas e anunciaram o assalto, levando todo o dinheiro da unidade. Após a saída, o vigilante conseguiu contato com a Polícia Militar, repassando as informações quanto a características dos suspeitos e o veículo utilizado para fuga.
De posse das informações, os policiais militares, sob o comando do Tenente PM Jorgivan efetuaram diligências, conseguindo alcançar os suspeitos próximo ao Município de Pedro Velho.
Durante a ação policial, os criminosos dispararam contra os militares, que revidaram a injusta agressão, culminando com a morte de um dos suspeitos. Outro envolvido na ação delituosa foi atingido por disparos de arma de fogo, tendo sido socorrido ao hospital da região, e o terceiro suspeito de participar do assalto foi preso, juntamente com o armamento utilizado para a prática da infração penal.
Os militares recuperaram toda a quantia subtraída, ainda não mensurada pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, além de três armas de fogo utilizadas na ação pelos criminosos.

*Fonte: Assessoria / PMRN

CHUVAS FORTE PARA O NORDESTE NOS PRÓXIMOS DIAS

PREVISÃO

A intensificação da Zona de Convergência Intertropical na costa norte do Nordeste, favoreceu o crescimento de nuvens bastante carregadas e já provoca chuva forte em várias localidades. A instabilidade avançou também para o interior dos estados, como no Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Piauí e Maranhão.

Na faixa leste de Pernambuco e de Alagoas, núcleos de nuvens bastante carregados também provocam pancadas de chuva. A Climatempo alerta para chuva moderada a forte ao longo da madrugada da quarta-feira e também ao longo do período. Não se descarta alagamentos e deslizamentos em áreas de risco. Nos próximos dias, pelo menos até a sexta-feira, as condições ainda são para tempo severo principalmente entre o leste de Pernambuco até o Rio Grande do Norte e entre o Ceará até o Maranhão.

Robson Pires

Petrobras já demitiu 170 mil funcionários após a Lava Jato, no RN número pode passar de 10 mil


VOCÊ SABIA?...

Reportagem acachapante da Folha de São Paulo sobre a Petrobras.
Desde que foram alvejadas pela Operação Lava Jato, há pouco mais de dois anos, a Petrobras e suas subsidiárias demitiram 169,7 mil pessoas.
O corte já representa o equivalente a 61% da equipe atual, que estava em 276,6 mil em fevereiro de 2016.
Em dezembro de 2013, eram 446,3 mil pessoas –de cada 10 trabalhadores empregados antes da Lava Jato, 4 foram dispensados (veja quadro com a evolução do número de vagas na pág. A20).
Os dados foram compilados pela Folha, a partir de dados apresentados aoconselho de administração da estatal e da pesquisa nos relatórios publicados pela empresa nos últimos 12 anos.
Os números mostram que, em meio à euforia das enormes reservas do pré-sal, a estatal saiu de 198,9 mil funcionários em 2004 para o recorde de 446,3 mil em 2013.
RESSACA
Os cortes começaram ainda em 2014, último ano da gestão Graça Foster, quando 74,3 mil perderam o emprego, e se intensificaram sob comando de Aldemir Bendine, que cortou 95,4 mil até fevereiro deste ano.
Após as demissões, a Petrobras está hoje com um efetivo semelhante ao de 2007.
A Petrobras disse por meio de nota que “está reduzindo seu nível de investimento e gasto operacional, o que acaba refletindo na contratação de serviços e em ajuste nos empregados próprios”.
Uma análise dos cortes mostram que 85% das demissões ocorreram entre prestadores de serviço que realizavam obras para a companhia. Esse contingente caiu de 175,8 mil pessoas em dezembro de 2013 para apenas 30,8 mil em fevereiro de 2016.
A Petrobras foi obrigada a cortar drasticamente os investimentos para preservar seu caixa e tentar reduzir suas dívidas, que giram hoje ao redor de US$ 100 bilhões.
Além disso, grandes obras foram paralisadas ou reduzidas com as denúncias de pagamento de propina pelas empreiteiras a ex-funcionários da empresa e a políticos.
REESTRUTURAÇÃO
Os cortes de funcionários não devem parar por aqui. Segundo a Folhaapurou, a Petrobras finaliza uma reestruturação que deve ser analisada pelo conselho de administração nesta quarta (30).
Os cargos executivos podem ser reduzidos em 40%, o que vai provocar demissões e redução de despesas, como viagens ou aluguéis. A estatal está devolvendo uma de suas sedes no Rio e prédios em outros Estados.
O corte vai atingir empregados próprios e terceirizados administrativos e de operação, áreas em que até agora as demissões foram tímidas.
O contingente de pessoal próprio caiu 8,7%, para 78,6 mil pessoas, entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2016. No mesmo período, a redução nos terceirizados das áreas administrativas e de operação foi de 9,3%.
A área administrativa, segundo funcionários que trabalham na empresa, ouvidos pela Folha, sofre de inchaço por causa da pressão de partidos políticos pela contratação de apadrinhados.
No ano passado, a Petrobras demitiu 6.000 funcionários administrativos.
A Lava Jato também sustenta que o ex-ministro José Dirceu e ex-funcionários cobravam propinas de recrutadoras de recursos humanos, como Hope e Personal.
Segundo a investigação, quanto mais recepcionistas, seguranças, jornalistas e outros profissionais eram empregados, maior era o valor dos contratos, e maior a propina mensal dos corruptos.
Dirceu nega a acusação.
RIO GRANDE DO NORTE
Segundo informações repassadas ao BG por um funcionário da empresa, nós últimos dois anos os cortes já atingem mais de 6000 pessoas no estado só nas terceirizadas e com a suspensões de perfurações de poços poderemos ter mais 5000, o que totalizaria 11000 demissões em 30 meses no RN, uma verdadeira PANCADA.


Blog do BG:

Jornalista traça futuro sombrio para Henrique Alves: ‘Vai virar carne de sol nas mãos de Sergio Moro’

Para ele, o político potiguar é um grande oportunista e só decidiu 'largar o osso' no ministério, para pegar outro 'mais suculento', com a saída de Dilma do poder

11013216_915354371836142_7549454374411395951_n
O jornalista Luis Costa Pinto, em sua página no Facebook, teceu comentário, em tom ácido, contra o ex-ministro do Turismo, Henrique Alves. Indignado, Luis criticou a saída do potiguar do ministério, principalmente, devido à situação atual do governo federal, diante da debandada do PMDB.
A rainha não está morta, ainda, e ele já implora para que o ouçam gritando (com sua voz rouca) “viva o rei!”. Ninguém me contou, eu vi num jantar privado em Brasília, pouco antes da posse de Dilma para o segundo mandato: derrotado para o governo do Rio Grande do Norte, Henrique Eduardo Alves, então presidente da Câmara dos Deputados, ficaria sem mandato parlamentar pela primeira vez desde 1971. Aos prantos, pedia a dois senadores e a um deputado que fechassem logo a lista dos ministeriáveis do partido, porque não podia ficar jogado às traças por muito tempo.
Foi aconselhado a esfriar a cabeça e viajar. Argumentou que passaria um Natal e um réveillon péssimos, pois estaria fora do eixo do poder pela primeira vez na vida. Foi então indicado, semanas depois daquele espetáculo de subserviência e apego, para o ministério do Turismo.
Agarrou-se com unhas e dentes ao cargo. Hoje mesmo, por acaso, terminei por ouvir pessoalmente uma conversa em que Henrique Eduardo Alves ainda apelava a um companheiro de partido para que adiassem a definição de abandono da presidente à própria sorte.
O script da traição, contudo, já estava traçado e ele se arvora a ser o primeiro a largar o osso – não porque esteja solidário ao poder descendente que um dia tanto almejou, mas porque deseja ser o primeiro a agarrar os novos ossos cheios de carne e sebo que começam a ser lançados na direção dos adesistas que babam e rosnam atrás do poder ascendente. Roda, Brasilia. Roda.
O círculo é concêntrico e um dia ele se fecha. Talvez se feche antes da chegada das chuvas, em fins de setembro, quando se encerra a estação da seca do Planalto Central. Quanto a Henrique Eduardo, tenho fortes suspeitas de que a seca vai transformá-lo numa espécie de manto de carne de sol do Seridó nas mãos da turma de Curitiba.

'Parabéns, seu ladrão', diz faixa em loja de Natal após série de assaltos


Loja de autopeças, que fica na Zona Norte de Natal, já foi roubada 5 vezes. Parabenizar o ladrão foi o meio que o comerciante escolheu para protestar.


"Parabéns pra você, seu ladrão. Você roubou minha loja 5 vezes”. Foi por meio de uma faixa com essa inscrição que os proprietários de uma loja de autopeças denunciaram a série de arrombamentos ao comércio localizado na Avenida das Fronteiras, na Zona Norte de Natal. De acordo com os proprietários, em nenhum dos casos os produtos roubados foram recuperados ou alguém foi preso.

Ariosvaldo Belchior e Dayane Macedo são proprietário da loja há nove anos, no entanto, os cinco arrombamentos citados na faixa aconteceram entre o ano passado e este ano. O último, que motivou a confecção da faixa, ocorreu há cerca de 15 dias.

De acordo com Ariosvaldo, a faixa é uma súplica para que o ladrão pare de roubar a loja. “É para ver se ele tem pena da gente, porque ele quase nos quebrou. Estamos endividados. A loja está quase fechando”, disse Ariosvaldo. Ainda de acordo com o proprietário, o prejuízo somado após os roubos chega a quase R$ 40 mil.

Segundo os proprietários, em todos os casos os ladrões entraram pela porta da frente, arrombando grades e cadeados. Dentre os produtos furtados, estão baterias de carro e ferramentas usadas na oficina. No último caso, os bandidos roubaram até mesmo os boletins de ocorrência dos arrombamentos anteriores.

“Já foram mais de cinco baterias de carro e ferramentas. Nesta última vez eles reviraram o birô e também levaram um óculos de grau que comprei para a minha filha e esqueci na loja e os boletins de ocorrência dos quatro arrombamentos mais antigos, que estavam em uma gaveta”, relatou Ariosvaldo.

Segundo Dayane, não foi apenas a loja do casal que foi alvo dos bandidos. Pelo menos mais cinco comércios ao longo da avenida foram arrombados no mesmo período.

Ainda de acordo com a proprietária, nenhuma medida efetiva foi tomada pela polícia. “Em todos os casos nós fomos até a delegacia, fizemos o B.O., mas nada aconteceu”, disse Dayane. “Eles chegaram a perguntar se temos algum suspeito, se sabemos quem foi. Até começamos a investigar por nós mesmos”, explicou Ariosvaldo.


“A Avenida das Fronteiras é um dos principais pontos de comércio da Zona Norte, mas infelizmente durante a noite fica sem ninguém. Polícia não vem aqui de madrugada. Quando chegamos aqui depois do fim de semana já é rezando para nada ter acontecido”, concluiu o proprietário.

FONTE: tópicos:Natal

Policiais militares iniciam estágio de adaptação à caatinga em Lajes

Estágio visa capacitar militares para serem empregados em vegetação típica do Nordeste.

Nesta segunda-feira última (28), a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, através da sua Diretoria de Ensino, iniciou a primeira turma do Estágio de Adaptação à Caatinga no município de Lajes, distante 130 km da capital potiguar.
O curso de capacitação foi destinado a policiais militares lotados em unidades operacionais do Comando de Policiamento do Interior localizadas em Mossoró, Assú, Caicó, Pau dos Ferros, Nova Cruz, Santa Cruz, Currais Novos, Macau, João Câmara e Jardim de Piranhas, além de contemplar militares lotados no Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM) e do Centro Integrado de Operações Aéreas (CEIOPAER).
Qualificando 45 policiais militares do RN, o curso visa capacitar estes profissionais de segurança pública para serem empregados em áreas inóspitas de caatinga e de vegetação típica do nordeste, a qual já abrange cerca de 80% do Estado.
“O estágio visa capacitar o profissional a aclimatar, adaptar, sobreviver e executar o patrulhamento a pé em ambiente rural específico do bioma de caatinga, por estar presente em quase a totalidade do território do nosso estado”, explicou o Capitão PM Tibério Trigueiro Félix da Silva, Chefe da Seção de Aperfeiçoamento e Capacitação da Polícia Militar e Supervisor do Estágio de Adaptação à Caatinga.
Durante a realização do curso, que se estende até o próximo sábado (02), os policiais terão um treinamento intensificado, com disciplinas abordando patrulha rural, técnicas e oficinas de sobrevivência, identificação de rastro e contra rastro e orientação e navegação terrestre com GPS.

No açude Gargalheiras de Acari choveu 135 mm

Seco desde o ano passado, o açude Marechal Dutra, o Gargalheiras, em Acari, recebeu hoje (29) uma chuva de 135 milímetros. Além daquele município, o reservatório também era responsável pelo abastecimento de Currais Novos.

Menino de 5 anos é baleado em Natal; caso é o segundo em 12 horas

Crime aconteceu na manhã desta quarta-feira (30) no bairro do Alecrim. Nesta terça (29), uma criança de 3 anos foi baleada na cabeça e morreu.

Garoto baleado foi socorrido para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho por um carro da Polícia Civil que passava pelo local no momento no disparo (Foto: Otaviano Oliveira )
Garoto baleado foi socorrido para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho por um carro da Polícia Civil que passava pelo local no momento no disparo
Um menino de 5 anos foi baleado no tórax e socorrido para o Centro Cirúrgico do Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, em Natal. O disparo, feito por ocupantes de um HB20, aconteceu na manhã desta quarta-feira (30) quando o veículo trafegava pela Rua dos Caicós (antiga Av. 7), nas proximidades da comunidade do Mereto, no bairro do Alecrim, Zona Oeste de Natal.
Segundo a PM, o alvo do tiro seria um homem que estava na calçada. A criança foi socorrida por um carro da Polícia Civil que passava pelo local. Os criminosos fugiram.
A assessoria de comunicação do hospital informou que o disparo perfurou o fígado da criança. Ele passou por uma cirurgia durante à tarde. Por volta das 15h40, a assessoria informou que a cirurgia havia terminado e que o menino aguardava uma vaga na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) infantil do hospital. O estado de saúde dele após a cirurgia foi considerado instável, porém grave.
Este foi o segundo caso de criança baleada em Natal em um intervalo de 12 horas. Na noite desta terça, um menino de 3 anos levou um tiro na cabeça no bairro das Rocas, na Zona Leste da cidade. Luís Davi Andrade Santos foi socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu na madrugada desta quarta na UTI Pediátrica do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. O alvo do tiro seria o pai do garoto. Ninguém foi preso.

DEFESA DE LULA DIZ QUE PROCURADOR-GERAL AGE COM 'CASUÍSMO'

ALÉM DE ACUSAR PGR DE 'CASUÍSMO', DESQUALIFICAM SEUS ARGUMENTOS
OS ADVOGADOS TAMBÉM REITERAM QUE LULA PREENCHE TODOS OS REQUISITOS PARA TOMAR POSSE COMO MINISTRO
Em manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF), os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmam que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pretende tratar com "casuísmo" a questão sobre o foro que deve investigá-lo. Janot sugeriu que o Supremo autorize a nomeação de Lula como ministro-chefe da Casa Civil, mas recomendou que as investigações contra o ex-presidente na Operação Lava Jato continuem com o juiz Sérgio Moro, na 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba.

Para a defesa do petista, a proposta de Janot não tem amparo legal, porque a Constituição garante foro privilegiado a ministros de Estado. Ou seja, caso Lula seja autorizado a assumir a pasta no Executivo, os advogados argumentam que as investigações contra ele devem ser conduzidas pelo STF.

"A proposta do PRG (Janot) no tocante à "divisão" de competência não encontra amparo na Constituição Federal e na jurisprudência pacífica desta Corte; nada justifica o casuísmo - forma excepcional - com que o PGR (Janot) pretende tratar o caso envolvendo o Peticionário, tentando superar o texto constitucional e um conceito assentado na jurisprudência desta Corte há mais de um século", afirmaram os advogados.

O documento também defende que o foro privilegiado não é um privilégio para a pessoa que ocupa o cargo de ministro. "Em verdade, (a prerrogativa de foro) tem como objetivo garantir a independência de atuação para os ocupantes de cargos relevantes na Administração Pública, como é o caso dos Ministros de Estado" escrevem.

Competência para nomear
No ofício, os advogados reforçam ainda a competência "privativa" do presidente da República de nomear e exonerar ministros de Estado. "Estando o ato em questão dentro da esfera de discricionariedade da Presidente da República para a nomeação, não há que se impor limitações que a Constituição Federal ou a lei não fazem", defendem.

Os advogados também reiteram, como já fizeram em outras manifestações ao STF, que Lula preenche todos os requisitos para tomar posse como ministro, "e não é réu, muito menos condenado pela prática de crime", afirmam. "Assim, preenchidos os requisitos previstos na Constituição Federal, a Presidenta da República tem a liberdade de escolha - sem a necessidade de qualquer chancela do Poder Legislativo ou do Poder Judiciário".

A manifestação da defesa de Lula foi enviada ao ministro Teori Zavascki, relator no Supremo de uma ação proposta pelo PSB que questiona a nomeação do ex-presidente como ministro. O partido alega que o ato da presidente Dilma Rousseff representa desvio de finalidade por, supostamente, com o decreto, retirar do juiz Sérgio Moro as investigações contra Lula.

Segundo Janot, há indícios que sugerem que a indicação de Lula teve intuito de alterar o foro competente para investigá-lo na Lava Jato. Por isso, o procurador-geral da República viu que há desvio de finalidade no ato de Dilma ao nomear o petista para o cargo.(AE)