ULTIMAS NOTÍCIAS

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Grupo ligado a Aécio é denunciado por desvio de R$ 80 milhões em presídios

No debate dos candidatos à Presidência da República na TV Record, Aécio Neves (PSDB) falou da questão da segurança pública em Minas Gerais e cobrou mais investimentos nos presídios. Mas, de acordo com o Ministério Público do estado, nos contratos do governo mineiro com empresas da família Perrella, para fornecimento de comida aos presos, cerca de R$ 80 milhões foram desviados.
O principal acusado é o ex-presidente do Cruzeiro Alvimar de Oliveira Costa, conhecido como Alvimar Perrella, irmão do senador Zezé Perrella (PDT-MG). Ele lidera um grupo com sete empresas que, entre 2009 e 2011, fechou 32 contratos com o governo de Minas para fornecer marmitas aos presídios e centros detenção do estado. As suspeitas apontam que pelo menos um terço de cada contrato foi desviado.
Além de Alvimar, os outros dois sócios da empresa Stillus Alimentação, João Wilson Veloso e Álvaro Wagner Diniz de Araújo, também são apontados como chefes do esquema. De acordo com as investigações da operação Laranja com Pequi, do MPE, o grupo de empresas combinava os valores superfaturados nas licitações para beneficiar a Stillus. As empresas ainda subornavam os servidores públicos para que eles fizessem o edital direcionado para o esquema.
Entre os crimes cometidos pelo grupo estão fraude em licitação, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, formação de quadrilha e fraude processual. O Ministério Público listou 32 licitações sob suspeita.
Segundo o promotor de Defesa do Patrimônio Público de Minas Gerais, autor da ação contra as fraudes, Eduardo Nepomuceno, o modelo utilizado nas licitações favorece as irregularidades. “As empresas superestimam a quantidade de presos, vendem um cardápio e entregam outro, e a fiscalização não existe. Como é possível medir mil refeições para ver quais pesam a mais ou a menos?”, questiona. De acordo com Nepomuceno, todos os processos, nas áreas cívil e criminal, estão em andamento e, em breve, trarão novos resultados.
Em março deste ano, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) bloqueou os bens de Alvimar, de seis empresas e de 14 pessoas envolvidas no esquema, totalizando R$ 81 milhões em bens imóveis dos réus. A liminar foi para garantir o pagamento do dinheiro desviado, caso seja comprovada a improbidade.
No mês de abril, a decisão do Ministério Público confirma ter havido “prática de atos criminoso e ímprobos” em diversos municípios de Minas Gerais. Isso indica a prática de formação de cartel, crimes contra a administração pública e lavagem de dinheiro, além de atos de improbidade administrativa e enriquecimento ilícito de agentes públicos.
As escutas telefônicas obtidas pela operação também revelam que as alimentações servidas nas penitenciárias eram de baixa qualidade. Em uma das conversas gravadas, o diretor da Stillus Alimentação, Álvaro Wagner Diniz, admite a péssima qualidade da comida. O inquérito do MP aponta comida azeda e com bichos servida aos presos de Minas, razão de diversas rebeliões nas penitenciárias do estado. A Stillus fornecia mais de 44 mil refeições para 24 unidades prisionais do estado.
Perrella – Este sobrenome também é famoso por outros dois casos polêmicos. O primeiro foi a apreensão do helicóptero do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD-MG), filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG), com cerca de 450 quilos de cocaína, no Espírito Santo. O caso ocorre em segredo de Justiça porque Gustavo tem foro privilegiado por ser parlamentar.
O outro foi o bloqueio de bens e quebra do sigilo bancário e fiscal do senador Zezé e de Gustavo. Investigação do Ministério Público mineiro aponta enriquecimento ilícito de pai e filho. A denúncia aponta que a fazenda deles foi beneficiada com contratos sem licitação com o governo mineiro para fornecimento de sementes no valor de R$ 14,5 milhões.
Por Alessandra Fonseca, para Agência PT de notícias

Polícia encontra plantação de maconha após fotos serem divulgadas na internet

Uma operação das Polícias Civil e Militar nesta quarta-feira (30) conseguiu localizar um plantio de maconha no quintal de uma residência no município de Portalegre, na região Oeste do Estado. Uma pessoa suspeita de tráfico foi presa durante a ação.

Segundo o Blog Por Trás das Grades, a operação, que teve o comando do delegado Cristiano Zadrozny, conseguiu mapear algumas pessoas com envolvimentos no plantio e venda de drogas na cidade. Eles conseguiram chegar até a residência e localizar a plantação.

A polícia cumpriu mandados de busca e apreensão expedidos pela justiça. O alvo principal da ação era uma pessoa conhecida como "Edilson", que seria o proprietário da plantação de maconha. Ele foi preso juntamente com outra pessoa. Na casa foram localizados depósito para comercialização da droga, balança de precisão e dinheiro fracionado.

"Recentemente foram postadas nas redes sociais imagens de pés de maconha, e a Polícia Civil passou a investigar, e com apoio da polícia militar, conseguiu hoje apreender a maconha e os responsáveis pela veiculação das imagens", disse o delegado Cristiano Zadrozny.

"O combate ao tráfico de drogas na cidade tem sido intensificado com rondas ostensivas, e a parceria com as investigações da polícia civil tem trazido bons resultados”, finalizou o sargento Anísio.

Com informações: Blog Por Trás das Grades

"Caso da Viatura 924": PM acusado de suborno tem pedido de liberdade negado

O desembargador plantonista Amaury Moura indeferiu pedido de liminar feita pela defesa de um policial militar que se encontra preso preventivamente para que ele pudesse aguardar, em liberdade, o julgamento final do processo criminal em que responde pela prática do crime de Corrupção Passiva. Outros dois PMs na mesma situação tiveram o pedido de liberdade também rejeitado.
O policial integrava um grupo formado por 12 militares presos por participação em achaques, tráfico, roubo, tortura. O episódio ficou conhecido em todo o país como o "Caso da Viatura 924", quando o veículo foi monitorado com escutas durante 18 dias.
ENTENDA O CASO:

O grupo pertencia aos quadros do 9º Batalhão de Polícia e agia, sobretudo, na Zona Oeste de Natal. A operação coordenada pelo Ministério Público Estadual ficou conhecida como "Novos Rumos" e foi realizada em 29 de setembro.
A defesa do acusado afirmou que, a partir de uma investigação feita pelo Ministério Público, foram realizadas algumas escutas telefônicas e monitorada uma viatura policial, o que culminou com a decretação da prisão preventiva dele e de outros policiais militares, sob o fundamento de que seria necessária para a garantia da ordem pública, para a conveniência da instrução criminal e para a aplicação da lei penal.
Como ele responde a dois processos criminais e em um desses ele teve a prisão preventiva revogada, o acusado esperava que a revogação servisse para ambos os processos. Entretanto, a Justiça de primeira instância concluiu pelo indeferimento do pedido de revogação da custódia cautelar.
A defesa também atacou o fundamento da garantia da instrução criminal, que poderia ser anulado pela própria denúncia, na qual o Ministério Público deixou de arrolar testemunhas. Da mesma forma atacou o fundamento da garantia da ordem pública, alertando que o PM foi denunciado “exclusivamente por corrupção passiva por duas vezes e não pela enormidade de crimes que aparecem nas escutas telefônicas e que serviram de fundamento para a decretação da custódia cautelar”.
A defesa argumentou ainda que a aplicação da lei penal não se encontra ameaçada, já que, além de endereço certo, o acusado é servidor público estatutário, com lotação certa. Advertiu, por fim, que, no que diz respeito à gravidade do delito e à repercussão midiática do fato imputado aos policiais militares, tal argumento, por si só, não é suficiente para fundamentar um édito prisional.
Quando examinou as alegações da defesa do acusado, bem como a documentação anexada aos autos, o desembargador Amaury Moura observou que o pleito liminar não mereceu deferimento. Isto porque, apesar da argumentação acerca de inexistência dos requisitos necessários à manutenção da prisão preventiva, o relator entendeu, da análise dos documentos juntados ao processo, que os pressupostos da referida prisão encontram-se presentes.
“(...) percebo que a decisão que decretou a prisão preventiva encontra-se devidamente fundamentada e sedimentada em provas concretas existentes nos autos, apontando os motivos ensejadores da manutenção da prisão preventiva para garantia da ordem pública e da instrução criminal, principalmente quando se constata a existência de outros processos em nome do paciente e da ocorrência de reiteradas condutas delituosas praticadas em concurso de agentes”, concluiu.

Operação Verão 2016 visa segurança no litoral potiguar

O governador Robinson Faria lançará oficialmente nesta quarta-feira (30), às 10h, na Arena das Dunas, em Natal, a Operação Verão 2015/2016, que reunirá ações da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) e outros órgãos, para o período de veraneio no litoral do RN.
O objetivo é a preservação e manutenção da ordem pública na orla marítima e demais espaços públicos de lazer e entretenimento durante o período do veraneio.
A Operação Verão 2015/2016 se estende até o dia 14 de fevereiro. Durante a Operação, o Governo investirá cerca de R$ 1,8 milhão em diárias operacionais para garantir a segurança na Região Metropolitana de Natal e no interior do Estado.
Participarão da Operação o Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), o Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), o Comando de Policiamento do Interior (CPI), o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do (SAMU/RN).
Durante a solenidade também haverá a entrega de novos veículos para o Instituto Técnico Científico de Polícia (ITEP). Seis caminhonetas Mitsubish L200 4x4, que foram adquiridas através de convênio com o Governo Federal, e três Volkswagem Amarok 4x4, devem garantir mais agilidade às equipes do ITEP e um atendimento mais qualificado e eficiente à população. O investimento na renovação da frota do Instituto totaliza R$ 1.233.999,99.
Tibau/RN
O governador Robinson Faria se reuniu no final da tarde desta terça-feira (29) com o prefeito de Tibau, Josinaldo Marcos de Souza, e com o deputado estadual Souza Neto, para tratar de questões relacionadas à Saúde e à Segurança do município.
 
O prefeito de Tibau solicitou ao governador o suporte de uma ambulância para atender a demanda do período e uma viatura para reforçar a segurança da cidade.

Governo suspende temporariamente serviço em Restaurantes Populares

O Governo do Rio Grande do Norte comunicou na tarde desta quarta-feira (30) a suspensão temporária do serviço mantido pelos Restaurantes Populares em todo o estado.
De acordo com nota publicada Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SETHAS), a suspensão se deve a uma recomendação do Ministério Público, que investiga empresários fornecedores dos Restaurantes.
No último dia 18, oito empresários e representantes de empresas foram presos em flagrante durante operação do Ministério Público, suspeitos de fraudes em processo de licitação para Restaurante Popular em Natal.
A nota publicada pela Sethas destaca que os contratos em vigor, já existentes quando Robinson Faria assumiu a gestão estadual, serão encerrados amanhã (31), sem possibilidade de serem aditivados.
Segundo a assessoria de comunicação do Governo do Estado, uma nova licitação já está em andamento, e tão logo ela seja concluída o serviço nos Restaurantes Populares, equipamentos que atendem mais de 20 mil pessoas em 20 municípios do RN, será restabelecido.
A suspensão do serviço também retarda a abertura do Restaurante Popular da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Inicialmente prevista para atender os estudantes a partir desse mês, a unidade agora só deve ser inaugurada quando o novo processo licitatório for finalizado.
Confira abaixo a nota na íntegra:
“A Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SETHAS), vem a público comunicar a suspensão temporária do serviço mantido pelos Restaurantes Populares em todo o Rio Grande do Norte.
Os contratos em vigor com as empresas mantenedoras dos Restaurantes Populares se encerram nesta quinta-feira, 31/12/2015, sem possibilidade de serem firmados termos aditivos aos mesmos.
A interrupção do fornecimento de refeições está sendo feita por recomendação do Ministério Público, que atualmente investiga empresários fornecedores dos Restaurantes Populares.
Ressaltamos que a investigação é restrita aos empresários alvos da ação do Ministério Público, não havendo qualquer acusação ou investigação contra os servidores da Sethas-RN.
A Sethas-RN pauta sua atuação no estrito cumprimento da lei e na transparência de suas ações. Reitera ainda que está trabalhando com o compromisso de restabelecer o mais breve possível o serviço dos Restaurantes Populares, que garantem almoço de qualidade para mais de 20 mil pessoas em 20 municípios potiguares”.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Carreta carregada de sal tomba em rotatória da BR-304 em Mossoró

Uma carreta que transportava uma carga de sal tombou nesta quarta-feira, 30, na rotatória da BR-304, na saída para Fortaleza-CE. O acidente aconteceu em uma curva do trevo nas proximidades do posto da PRF.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) acredita que o motorista da carreta teria perdido o controle do veículo. O condutor não se feriu. A PRF não soube informar se ele estava em alta velocidade.

Motoristas reclamam da falta de sinalização no trecho. Eles alegam que a falta de informações coloca em perigo a vida dos condutores. Eles cobram providencias por parte das autoridades para a instalação de placas sinalizadores e guardrail.
  
"Existem pequenos, alertando somente motoristas de carros de passeios. Tem que ser as tartarugas para quando caminhão passar o motorista se alertar que tem que reduzir a velocidade. E com o guardrail com placas luminosas ajudaria na segurança do condutor", disse um motorista ao blog Passando na Hora.

O trânsito ficou complicado em um dos sentidos da via, e o veículo foi liberado logo em seguida.

Delator afirma que diretor de empresa entregou R$ 300 mil a Aécio

O entregador de dinheiro do doleiro Alberto Youssef, Carlos Alexandre de Souza Rocha, afirmou em delação premiada que levou R$ 300 mil no segundo semestre de 2013 a um diretor da UTC Engenharia no Rio de Janeiro, que lhe disse que a soma seria entregue ao senador Aécio Neves, segundo informações da Folha de S. Paulo.

Em depoimento, o delator revelou ter conhecido Youssef em 2000, e que, a partir de 2008, passou a fazer entregas de R$ 150 mil ou R$ 300 mil a vários políticos.

De acordo com a publicação, Rocha afirmou que em 2013 realizou “umas quatro entregas de dinheiro” a um diretor da UTC chamado Miranda, no Rio de Janeiro.

O diretor financeiro da UTC, Walmir Pinheiro Santana, também disse em depoimento que o diretor comercial da empreiteira Antonio Carlos D"Agosto Miranda "guardava e entregava valores em dinheiro a pedido" dele ou de Ricardo Pessoa, dono da UTC. O nome de Aécio não foi citado por Pessoa, nem Santana, durante esclarecimentos sobre envolvimento no esquema de corrupção.  

O delator destacou a ansiedade de Miranda para receber uma das remessas de R$ 300 mil entre setembro e outubro de 2013. Ao indagar o destinatário final, Rocha afirmou que recebeu como resposta o nome de Aécio Neves.  Na ocasião, o delator teria questionado o motivo de haver propina para um integrante da oposição. "Aqui a gente dá dinheiro pra todo mundo: situação, oposição, [...] todo mundo", teria respondido o diretor da UTC.

A assessoria de Aécio explicou que considera "absurda e irresponsável" a citação a seu nome, "sem nenhum tipo de comprovação". "Trata-se de mais uma falsa denúncia com o claro objetivo de tentar constranger o PSDB, confundir a opinião pública e desviar o foco das investigações", disse, em nota.

PRF alerta para cuidados redobrados nas estradas durante o fim de ano

Para muitas pessoas o feriado prolongado de final de ano é sinônimo de diversão. É quando muitos pensam em pegar o carro e viajar com a família ou com amigos. Mas antes de pegar a estrada é importante ficar atento aos cuidados com a segurança.

Para garantir a tranquilidade nas estradas, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) vai intensificar, durante a “Operação Fim de Ano”,  a fiscalização nas vias estradas federais que cortam a cidade de Mossoró. A operação terá início na meia noite desta quinta-feira (31) e segue até as 0h de domingo (3).

O inspetor da PRF, Roberto Cabral, conversou com a reportagem do MOSSORÓ HOJE e orientou para os motoristas que irão pegar a estrada neste feriadão tomarem algumas medidas preventivas que venham a garantir uma viagem tranquila e sem transtornos. “Durante o feriado do Natal tivemos um alto índice de acidentes com 12 mortes nas estradas do RN. Para isso, algumas dicas são importantes para que tragédias não se repitam”, disse.

Segundo Cabral, a primeira medida é checar as condições de viagem do carro, como manutenção de pneus, estepe e ferramentas. Ele ressalta que o condutor não deve ter pressa durante a viagem e sempre optar por horários de menor fluxo. “A maioria dos acidentes é causado por excesso de velocidade e ultrapassagens indevidas. Então o condutor deve ficar atento e ir sem pressa, preferindo sempre os horários mais tranquilos”.

Outro ponto importante é a forma de dirigir, alerta a PRF. Se a viagem for longa, a recomendação é fazer paradas para descansar, com intervalos de no máximo duas horas, e aproveitando os momentos de abastecimento do carro.

Para finalizar, obedecer à sinalização, não exceder os limites de velocidade e não ingerir bebida alcoólica. “Estaremos realizando fiscalização com uso de bafômetros e orientando os condutores para evitar o consumo de bebidas alcoólicas durante o período de festas”, finaliza Cabral.

Dupla é presa por assalto em Mossoró após denúncia da vítima

Policiais 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM) prenderam neste terça-feira (29) dois suspeitos de roubo nas proximidades do Centro Comercial do Abolição II, em Mossoró. A vítima procurou a PM e informou as características dos suspeitos.
Diligências foram realizadas e a PM conseguiu prender Paulo Victor Cortez de Oliveira, 19 anos, e Francisco de Assis da Silva, 24 anos, de posse dos dois aparelhos celulares das vítimas. A vítima compareceu à Delegacia onde reconheceu a dupla que ficou presa.

O 12º BPM também prendeu um homem identificado como Lucas Emmeran de Assis Alves, de 20 anos, na tarde desta terça (28) após praticar um roubo a um estabelecimento comercial na Avenida Coelho Neto, no bairro Alto da Conceição, em Mossoró.

Militares do Grupo Tático Operacional prenderam Lucas no momento em que ele fugia do comércio com o material roubado. Ele foi conduzido à Delegacia de Furtos e Roubos e em seguida encaminhado à Cadeia Pública.
Assu
Em Assu, o 10º Batalhão de Polícia Militar (10º BPM) capturou mais um foragido da Justiça. Marcos Sena de Souza, vulgo “Chico farinha”, é acusado de praticar várias crimes na cidade. Ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória e ficará a disposição da Justiça.

Os policiais da Força Tática também prenderam dois homens na zona rural de Ipanguaçu. Alexandre Justino do Nascimento, 37 anos, e Vilanilton Soares de Souza, 20 anos, foram flagrados de posse de revólver municiado. A PM conduziu a dupla à Delegacia de Polícia de Assu.

INVERNO: Choveu em 59 municípios DO rn

A Tribuna do Norte destaca que choveu em 59 municípios potiguares, entre as 7h desta segunda-feira (28) e as 7h de ontem (29), segundo com o boletim pluviométrico da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn). Os maiores índices foram registrados em Equador, na mesorregião Central Potiguar, onde foi observada uma chuva de 75,2 mm; Jaçanã, na mesorregião Agreste Potiguar, com 48,6 mm; e São Gonçalo Do Amarante, na mesorregião Leste Potiguar, com 42,5 mm.
Na mesorregião Agreste Potiguar, além de Jaçanã (48,6 mm), também caíram fortes precipitações em Nova Cruz (35,0 mm), Parazinho (26,6 mm), Vera Cruz (21,0 mm), Ielmo Marinho (18,5 mm), Monte Alegre (14,0 mm), Passa e Fica (13,3 mm), Lajes Pintadas (12,0 mm), Tangará (11,5 mm), Santo Antônio (11,3 mm) e Sítio Novo (11,0 mm). Ao todo, foram registradas chuvas em 21 cidades da mesorregião.
Já na mesorregião Leste Potiguar, onde está situado São Gonçalo Do Amarante (42,5 mm), também tiveram destaque Baía Formosa (33,5 mm), Senador Georgino Avelino (27,9 mm), Nísia Floresta (27,2 mm) Canguaretama (26,0 mm), Natal (22,1 mm), Montanhas (17,8 mm), Extremoz (17,7 mm), Parnamirim (13,8 mm) e São José do Mipibu (11,5 mm).

Produtores rurais terão prazo de cobrança adiado

Os produtores rurais do Rio Grande do Norte com dívidas junto aos bancos oficiais que vencem amanhã (31) terão um pouco mais de prazo.
Uma sugestão do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, aceita no Ministério da Fazenda vai permitir que os processos de cobrança e execução judicial dos débitos sejam adiados até que o governo federal encontre uma saída e/ou o Congresso volte do recesso parlamentar, no início de fevereiro, para votar uma lei de renegociação

Cientista Político avalia positivamente 1º ano da gestão Robinson Faria

Em entrevista ao site Agora RN, o cientista político e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte avalia positivamente o primeiro ano de gestão do governador Robinson Faria (PSD). Para o especialista, o gestor tem atacado os problemas e mantido o diálogo com a população e os demais poderes, além de se manter buscando investimentos para o Rio Grande do Norte.
“Eu avalio que o governo Robinson, nesse primeiro ano, teve um saldo positivo. Ele manteve-se franco em se comunicar com os cidadãos de forma direta, não escondeu os problemas, tem atacado os problemas e tem mantido um bom diálogo com os outros poderes. Claro que tem enfrentado dificuldades, porque as administrações estaduais, municipais e federais têm enfrentado, devido à crise econômica de âmbito mundial e com reflexos internos muito fortes, o que tem se agravado com a crise política”, analisa o professor.
Para Spinelli, o grande desafio do segundo ano de gestão do governador será buscar soluções de médio e longo prazo e fazer com que o Estado volte a se desenvolver e a criar empregos. “Essa cobrança vai se tornando mais forte à medida que o tempo passa e obviamente soluções emergenciais não resolvem. Ele deve apontar soluções para longo e médio prazo nas áreas de desenvolvimento econômico, habitação, saúde, segurança e educação, esse será o maior desafio do governador para esse segundo ano de sua gestão”.

Oi informa que Mossoró terá cobertura 4G até dezembro deste ano

A operadora de telecomunições Oi informou que até o fim deste mês de dezembro, disponibilizará a tecnologia 4G em mais 88 municípios do país, entre eles Mossoró e Parnamirim. No total, serão 133 cidades com o tipo de serviço. 

Além do Rio Grande do Norte, a tecnologia de telefonia móvel de quarta geração será lançada também em cidades dos estados do Ceará, Bahia, Espírito Santo, Pernambuco, Paraná, Pará, Goiás, Alagoas, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. 

De acordo com a Oi, com o lançamento, sua cobertura 4G cumpre o cronograma de obrigações estipulado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que prevê o atendimento até dezembro deste ano de todas as cidades com mais de 200 habitantes.

Com informações do Folha de São Paulo

CRIME CONTRA IDOSO

idoso
A partir de agora, quem cometer crime de estelionato contra idoso poderá receber pena de até dez anos de prisão, o dobro do previsto no Código Penal. A mudança está na Lei 13.228/2015, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff e publicada hoje (29) no Diário Oficial.
O Artigo 171 do Código Penal estabelece que o estelionato ocorre quando alguém obtém vantagem ilícita, para si ou para outra pessoa, em prejuízo alheio, ao induzir alguém ao erro, por meio de fraude ou outros artifícios. A pena para o crime é de um a cinco anos de reclusão. Com a nova lei, se a vítima tiver 60 anos ou mais, a punição será duplicada, podendo chegar a dez anos de prisão. “Aplica-se a pena em dobro se o crime for cometido contra idoso”, diz o trecho incluído no Código Penal.

Estado paga funcionalismo público hoje, quarta-feira dai 30

O Governo vai pagar nesta quarta-feira (30) a folha integral do funcionalismo público estadual. Na parte da manhã, já estarão disponíveis os salários dos aposentados e pensionistas e, à tarde, após às 15h, os vencimentos dos servidores ativos serão creditados.
O governador Robinson Faria destaca que a garantia do pagamento é resultado do empenho do Governo do Estado em priorizar o compromisso com os servidores. “É a vitória da esperança, do trabalho e do otimismo. Chegamos ao final do ano como um dos poucos estados do Brasil a honrar o pagamento dentro do mês”, afirmou.
 
Em 30 dias, em um momento em que o país atravessa uma grave crise econômica, o Governo injetou na economia local R$ 808.020.006,46, somando-se os vencimentos de novembro (30/11 e 1º/12), 13º salário (12/12 e 18/12), além da folha do mês de dezembro, que será honrada nesta quarta-feira.
 
O pagamento do funcionalismo dentro do mês trabalhado foi uma determinação do governador Robinson Faria desde o primeiro dia de gestão, mesmo diante da recessão que atinge a economia brasileira.

No Rio Grande do Norte, estado que depende fortemente das transferências federais, o Governo precisou se adaptar a essa realidade emergencial na qual as frustrações de receitas já superam os R$ 525.846.565,02 até 30 de novembro.
Nesse cenário, o pagamento integral do funcionalismo para mais de 104 mil famílias é ressaltado, pelo governador, como uma grande vitória da sociedade potiguar. “O pagamento movimenta a economia do Estado, beneficiando, além do servidor público, toda a sociedade”, afirma Robinson Faria.
Pelo twitter, o governador disse que na parte da manhã irão receber os funcionários inativos e pensionistas e até o fim da tarde, todos os funcionários da ativa, independente de valor e secretaria de lotação, deverão está recebendo seus salários.

"Vamos manter a tradição, e pela manhã receberão primeiro os inativos e pensionistas e à tarde, os ativos", garantiu o gestor estadual.

"É a vitória do trabalho e do otimismo. Chegamos ao final do ano como um dos poucos estados do Brasil a honrar o pagamento dentro do mês", comemora o governador.

"E vamos motivados, para 2016, buscar novas vitórias. Que Deus continue abençoando a nossa parceria. Feliz Ano Novo! Abraços a todos", finaliza Robinson Faria.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Robinson anuncia em Rede Social pagamento do Estado para amanhã

pagamento

Chuva de 89 milímetros em Equador

Ontem despencou uma chuva em Equador que foi além das expectativas: 89 milímetros. Das boas. Duas horas de chuvas sem parar.