ULTIMAS NOTÍCIAS

segunda-feira, 31 de março de 2014

EMPARN ADQUIRE NOVO LOTE DE AVES MATRIZES


     A EMPARN Caicó receberá mais um lote de matrizes para produção comercial de pintos caipiras, cujo fornecimento é reservado a poucas empresas do Brasil. Cada linhagem tem seu fornecedor exclusivo para garantir a idoneidade dos animais.  Nesse início de mês, a EMPARN receberá mais um lote de matrizes que lhe garante produção contínua por pelo menos mais um ano e meio.

GOVERNO PRORROGA RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS PARA PRODUTORES RURAIS

     A proposta de renegociação de dívidas de produtores rurais, com recursos dos Fundos Constitucionais, foi aprovada no último dia 27 pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Requerida pelo Ministério da Integração Nacional, a medida estabelece condições para que os produtores renegociem as operações de créditos contratadas até 31 de dezembro de 2008, que se encontravam em situação de inadimplência em 30 de dezembro de 2012. O prazo para acordo vai até o dia 31 de dezembro de 2014.
      A autorização é válida para créditos obtidos com recursos do Fundo Constitucional do Norte (FNO), do Nordeste (FNE) e do Centro-Oeste (FCO). Segundo o secretário de Fundos Regionais e Incentivos Fiscais, Wanderley Uchoa, a renegociação é direcionada para financiamentos da área rural e urbana.

O PALANQUE DO ACORDÃO


     A chapa do acordão é uma síntese da mesmice que se repete em nosso Estado há quase 40 anos.

     Em vez de olhar para frente, o chapão da acomodação entre o PMDB e seus aliados olha para trás: tem o apoio dos 7 ex-governadores que vêm do passado para oferecer ao povo as mesmas e não cumpridas promessas de futuro.

    Começando por Lavoisier Maia, nomeado governador pela ditadura militar, que sucedeu Tarcísio Maia, pai de José Agripino, prefeito biônico de Natal, também nomeado pelo regime militar, o palanque do acordão é uma rede de nomes, sobrenomes, parentescos, correligionários e ex-adversários novos correligionários.

      Dele não faz parte, ainda, a atual governadora do DEM, que recebeu apoio do PMDB até o ano passado, mas que hoje tem a rejeição da imensa maioria dos norte-rio-grandenses e até do seu próprio partido.

      Os grandes ausentes do palanque do acordão são os projetos ou as propostas para enfrentar os verdadeiros problemas do Estado, agravados ainda mais nos últimos 4 anos.

      Nada une o palanque do acordão a não ser o medo político um do outro, a desconfiança mútua entre seus membros e o vergonhoso rateio das vagas em disputa nas próximas eleições.

     Mas a falta mais sentida neste palanque do acordão, onde se fazem ironicamente presentes todos os responsáveis pelos destinos do Estado em quase meio século, é o povo – os interesses justos e as necessidades reais do povo, que sabe, hoje, não existir melhor palanque do que as ruas, e que vai saber enfrentar e derrotar tamanha desfaçatez política, escolhendo entre a mesmice e a possibilidade real de mudança.


Fonte Blog Johan Adonis

JUSTIÇA ELEITORAL PRETENDE MANTER MORDAÇA DO MP

     Nesta segunda, Procuradoria-Geral da República questionará no STF legalidade da resolução que impede o Ministério Público de abrir inquéritos nas eleições


     A pouco mais de seis meses das eleições, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pretende ignorar os apelos de promotores e procuradores e manter a resolução que limita a atuação do Ministério Público nas eleições deste ano. A medida está parada no gabinete do relator, ministro José Dias Toffoli, há dois meses – e não deve sair alterada de lá. Nesta segunda-feira, a Procuradoria-Geral da República questionará na Justiça a legalidade da resolução.
     A nova regra estabelece que o MP não poderá pedir a abertura de inquéritos para apurar crimes eleitorais e determina que, com exceção dos casos de flagrante, o "inquérito policial eleitoral somente será instaurado mediante determinação da Justiça Eleitoral". Ou seja: para investigar um caso, promotores e procuradores precisarão de autorização prévia do juiz eleitoral.
     Em conversa recente com Rodrigo Janot, procurador-geral da República e chefe do Ministério Público Eleitoral, o ministro Dias Toffoli informou que o colegiado não pretende rever a medida. Caberá a Toffoli conduzir o TSE nas eleições deste ano.
     “As conversas não estão encaminhando no sentido de mudar [a resolução]. A tendência é mantê-la”, disse o ministro Gilmar Mendes, um dos que chancelou a matéria. “É apenas um mecanismo de controle. O MP poderá investigar sempre que quiser, mas vai precisar fazer a intervenção ao Judiciário”, justificou. 
     Procuradores estão desde dezembro em negociação com a corte eleitoral. Sem sucesso, chegaram a apresentar uma contraproposta: em vez de solicitar autorização para apurar as fraudes, o órgão teria de comunicar previamente a Justiça Eleitoral sobre diligências investigatórias em curso. Os ministros não acataram a sugestão e tampouco recuaram da decisão tomada em dezembro. Para mudar a proposta, é necessário o aval de pelo menos quatro dos sete membros do tribunal.
     "Criou-se mais um degrau para um processo que necessariamente precisaria ser exíguo e célere", criticou Alexandre Camanho, presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR). "Os motivos verdadeiros que levaram à expedição dessa resolução me parecem tão opacos quanto insólitos.Se isso tivesse vindo de partidos políticos, da iniciativa de um eventual candidato, tudo bem. Mas do próprio TSE? Eu posso dizer que o resultado será pernicioso ao processo eleitoral e à cidadania, e é evidentemente a bandeira para que essas eleições sejam as mais desordeiras da história", continuou. 
     Integrantes do Ministério Público identificaram no ministro Henrique Neves a atuação mais incisiva para barrar um acordo. O advogado eleitoral e irmão do ex-ministro do TSE Fernando Neves, que é amigo do mensaleiro José Dirceu, é crítico da atuação do MP.
    Publicamente, a única voz contrária à resolução na corte é do ministro Marco Aurélio Mello, atual presidente do tribunal, que chegou a divulgar nota afirmando que a proposta era uma “tentativa de tolher a ação do Ministério Público” e que acreditava na “sensibilidade do relator e do colegiado” para rever a ação. Sobre o desgaste causado, Mello alega que "acima de tudo está o interesse da sociedade". "Não ocupo cadeira voltada a relações públicas”, disse.
    Reação – Já com a derrota dada como certa, o MP decidiu acionar a Justiça contra a resolução: ingressará nesta segunda-feira com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal (STF) alegando que a norma é inconstitucional. Cabe ao Ministério Público, em determinação prevista na Constituição Federal, "promover o inquérito civil e a ação civil pública, para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses difusos e coletivos", sendo que as limitações impostas para a sua atuação, conforme propõe o TSE, não estão previstas na Carta.
    “Não tenho a menor dúvida de que o supremo vai rever a decisão. O STF é a última trincheira da cidadania, e a cidadania tem o interesse de não manietar o Ministério Público”, afirma Marco Aurélio Mello, que também é ministro do STF. “Prefiro mil vezes o MP com algum excesso do que intimidado ou cerceado”, continuou.

Fonte: Revista Veja

OPOSIÇÃO NO SENADO ESPERA A CRIAÇÃO DA CPI DA PETROBRAS NESTA TERÇA-FEIRA

     Líderes da oposição no Senado esperam que seja criada nesta terça-feira (1°) a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigará a compra pela Petrobras da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), em 2006. O colegiado terá apenas senadores, mas oposicionistas ainda trabalham para tentar emplacar uma comissão mista, com participação de deputados federais.
    Uma CPI é oficialmente criada quando seu pedido de abertura é lido em plenário pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), ou, na ausência dele, por qualquer senador que esteja no comando de uma sessão. A oposição, que conseguiu 29 assinaturas de apoio – duas a mais que o mínimo necessário –, acredita que o próprio Calheiros formalize a criação da comissão nesta terça.
     "É obrigação regimental do presidente Renan Calheiros ler. Não tenho dúvida de que ele vai cumprir essa obrigação. Estamos esperando para terça-feira porque não há razão para procrastinar a leitura", disse o líder do PSDB, Aloysio Nunes (SP).
      Desde que foi protocolado na manhã de quinta-feira (27), o requerimento ganhou apoio de mais um senador, Wilder Morais (DEM-GO). Ele ainda não havia assinado porque estava de licença em Goiânia.
     A partir da leitura do pedido de criação da CPI, os líderes partidários têm cinco dias úteis para indicar os integrantes dela. As legendas com as maiores bancadas – no caso do Senado, o PMDB e o PT – têm direito a escolher as cadeiras que ocuparão na comissão.
    O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), um dos principais articulares da CPI no Senado, também acredita que a criação será formalizada nesta terça-feira.
    "Esperamos a leitura que no mais tardar na terça-feira, porque o senador Renan sabe que cabe a ele simplesmente conferir as assinaturas e ler o documento da sua criação e solicitar imediatamente aos líderes que indiquem seus representantes", declarou na última quinta o provável candidato tucano à Presidência da República.
     Renan Calheiros disse que reunirá na próxima semana os líderes partidários para definirem a data da leitura do requerimento. Ainda não há data certa, porém, para a leitura. O presidente, que vinha criticando a abertura de uma CPI, disse que "agora não há mais o que fazer" para evitar a comissão.

INVICTO: AMÉRICA VENCE ALECRIM E SEGUE NA LIDERANÇA COM 100% DE APROVEITAMENTO, MAX FOI DECISIVO E MARCOU O GOL DA VITÓRIA

Arthur Maia marcou mais um belo gol,
 e ajudou o América a se manter líder. 
O América venceu mais uma na Copa Cidade de Natal e segue sem saber o que é perder no segundo turno do Campeonato Potiguar. O time rubro enfrentou o Alecrim, na tarde deste domingo (30), e venceu por 2 a 1. Com o resultado, o time rubro chegou aos 12 pontos e segue líder do segundo turno. Já o Alecrim chegou aos 4 pontos e ocupa  6ª colocação na tabela. Os gols da partida foram marcados por Arthur Maia e Max, enquanto Felipe Moreira descontou para o time verde.
Sabendo da importância da vitória, o América entrou em campo partindo para cima do Alecrim. Mesmo assim, o time verde tratou logo de mostrar que os rubros não teriam vida fácil. Em um jogo bastante truncado, aos 14 minutos Adriano Pardal foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. O próprio atacante cobrou, mas o goleiro Danilo evitou o que seria o primeiro gol Alvirrubro. Apesar de ter perdido a penalidade, o América não se intimidou e aos 29 minutos Arthur Maia cobrou falta e abriu o placar na Arena das Dunas. O Alecrim não desistiu e, nos acréscimos, empatou a partida com Felipe Moreira, que aproveitou bom passe de Leomir.
No segundo tempo, o América voltou melhor e perdeu boas chances nos primeiros minutos da etapa complementar. Logo aos 3 minutos, Max teve a chance, mas na hora de driblar o goleiro foi interceptado pela zaga do Alecrim. Apesar de ter desperdiçado essa oportunidade, Max conseguiu desempatar a partida aos 13 minutos. Após receber bom passe de Fabinho, o atacante chutou forte e marcou o segundo gol do América. Apesar da desvantagem no placar, o Alecrim continuou criando oportunidades, mas que paravam no sistema defensivo rubro. Pelo lado do América, o time de Oliveira Canindé também teve chances de ampliar, mas não conseguiu e o jogo terminou com a vitória por 2 a 1.
Na próxima rodada, o América faz o clássico contra o ABC, na Arena das Dunas. Já o Alecrim enfrenta o Globo, no estádio Barrettão. As partidas acontecem no próximo domingo (06) a partir das 17h.

PF PRENDE PORTUGUÊS TENTANDO EMBARCAR NO AEROPORTO AUGUSTO SEVERO COM 2,7 KG DE COCAÍNA


    A Polícia Federal prendeu na madrugada desta segunda-feira(31) no aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim/RN, um designer gráfico, português, 38 anos, acusado de tráfico internacional de drogas. Com ele foram encontrados 2,70 quilos de cocaína camuflados numa mala.
     A prisão aconteceu quando os policiais de plantão no aeroporto fiscalizavam os passageiros que seguiriam em um voo para Portugal e suspeitaram do conteúdo de uma bagagem submetida ao aparelho de raios-X.
    O dono da mala foi então identificado e convocado, na presença de testemunhas, para acompanhar uma revista, sendo a droga encontrada, em um fundo falso, envolvida em um saco plástico.
      De imediato, o estrangeiro recebeu voz de prisão e seguiu para a Superintendência da PF no bairro de Lagoa Nova, onde foi autuado em flagrante delito.

CHUVAS REABREM CRATERA FECHADA NO INÍCIO DO MÊS NA PRINCIPAL AVENIDA NA ZONA NORTE

Mais uma vez as chuvas que caíram no final de semana mostraram as condições precárias das ruas e avenidas da cidade.
No início do mês de março, uma cratera enorme surgiu na Avenida João Medeiros Filho, na Zona Norte, bloqueando quase que totalmente a passagem dos carros e tornando o trânsito mais lento e caótico do que já é.
O serviço de recuperação da avenida foi realizado logo em seguida, mas ao que parece com material de qualidade duvidosa, uma vez que o mesmo buraco voltou a aparecer na manhã desta segunda-feira.
De acordo com as previsões metereológicas, as chuvas devem permanecer durante esta semana, dificultando assim o serviço de reparo na cratera, que deverá se tornar maior com o passar do tempo e com a continuidade das chuvas.
Veja tamanha que a cratera ficou com as chuvas caídas no início do mês.

ECONOMIA DO RN É SUSTENTADA PELO FUNCIONALISMO

A economia do Rio Grande do Norte depende dos recursos públicos para não entrar em colapso. Fragilizada, mesmo com um potencial de fontes de recursos naturais a ser explorado, o lento desenvolvimento do estado potiguar só é possível graças aos dispêndios da União, Estado e Municípios. A participação da Administração Pública através dos serviços de Saúde, Educação e Previdência Social nas atividades econômicas locais correspondeu, segundo os últimos dados tabulados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2011, a 28,3% do Produto Interno Bruto (PIB).

Somente o setor de prestação de serviços supera o do funcionalismo público em injeção de recursos, contribuindo com 72,6% do PIB potiguar. No Estado que, de acordo com o relatório do IBGE, queima gás natural diariamente por não dispor de infraestrutura de escoamento para o excedente que não é usado pelas indústrias ou pela própria Petrobras, além de inutilizar energia eólica pela ausência de linhas de transmissão, a produção de gás natural e eletricidade amargaram 1% na contribuição para a formação do mesmo PIB.

Para o chefe do IBGE no Rio Grande do Norte, Aldemir Freire, a economia estatal precisa se diversificar. “Há um aspecto de dependência muito forte dos recursos públicos. Há, porém, uma regularidade no dispêndio desse dinheiro, o que impede de um colapso econômico ocorrer”, analisou. Aldemir Freire ressaltou que o Setor Público é importante para o desenvolvimento da economia de qualquer nação, incluindo as mais abastadas, como os Estados Unidos. Mas, no caso do Rio Grande do Norte, o setor “é o grande motor da economia potiguar”, muito em decorrência da ausência de diversificação da atividade econômica, concentrando os maiores volumes de recursos em apenas duas áreas.

A comprovação da dependência ocorreu ao longo de 2013, quando dezenas de fornecedores de produtos, mão de obra e equipamentos ao Governo do Estado reclamaram o pagamento de mais de R$ 100 milhões em atraso. Algumas empresas, principalmente as menores, fecharam as portas no período. Os dependentes, porém, estão em todos os segmentos. “Alguns setores privados da Saúde, inclusive, dependem de transferências de recursos públicos, assim como os veículos de comunicação. O atraso nos repasses do recurso públicos acarreta um impacto na economia local”, apontou o chefe do IBGE/RN. Em agosto do ano passado, conforme dados disponíveis no Portal da Transparência do Estado e Prefeitura de Natal, mais de R$ 100 milhões foram consumidos com o pagamento de fornecedores.

“Muitas empresas dependem e sempre tiveram grande percentual da venda focada nos Governos Federal, Estadual e Municipal”, assegurou o superintendente da Associação Comercial do Rio Grande do Norte, Adelmo Freire. A Associação não dispõe de dados relacionados ao montante movimentado anualmente pelos comerciários que assinam contratos com Prefeituras e Governo do Estado, mas ressalta que os negócios firmados com tais entes públicos ainda são responsáveis pela manutenção da maioria das empresas ativas.

Quando se expande a observação para obras públicas de grande monta envolvida, os números superam R$ 1,6 bilhão em contratos de construção de estradas, viadutos, trincheiras, adaptação de vias e saneamento básico. As grandes empreiteiras que vencem as licitações necessitam contratar empresas menores e, este mecanismo, acaba retroalimentando o mercado de trabalho e, consequentemente, impulsionando a economia. Os recursos governamentais acabam sendo o oxigênio que mantém viva a atividade comercial em segmentos diversos Brasil afora.

PUBLICIDADE
A publicização dos atos do Governo do Estado e Prefeituras oxigena também o setor da Comunicação. Dados do Sindicato das Agências de Propaganda (Sinapro/RN) confirmam que as verbas para Publicidade e Propaganda das ações e campanhas educativas do Executivo Estadual, garantidas por Lei e correspondentes a menos de 0,19% do Orçamento Geral do Estado do Rio Grande do Norte para 2014, correspondem a mais de 50% do volume de receitas das agências de propaganda, emissoras de televisão, estações de rádio, jornais impressos e blogs potiguares.

Em tempos de recursos escassos, porém, tal oxigenação sofre baixa e, muitas empresas, principalmente aquelas com menor capital de giro, sucumbem. É justamente este o lado negativo das negociações com Estado e Prefeituras, cujos orçamentos ficam amarrados, na maioria dos casos, aos repasses da União. “Nós temos tentado diminuir essa dependência e distribuir os negócios para outros setores da economia”, analisou Freire. A dificuldade, porém, é encontrar um mercado que consuma tanto quanto o Governamental em suas três esferas.



Fonte: Novo Jornal

GIL DECLARA VOTO EM EDUARDO CAMPOS EM APOIO A MARINA


      O cantor Gilberto Gil declarou seu voto para presidente ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). O voto foi conquistado por conta do acordo entre Campos e a ex-senadora Marina Silva, líder da Rede, que deve ser anunciada oficialmente no dia 14 de abril como candidata a vice na chapa de Campos.
     “Se eles mantiverem a parceria, como tudo indica que manterão, votarei nos dois”, disse Gil para a Folha de S. Paulo. “Gil, o ex-ministro, continua a fazer política quase informalmente. E anda com fé atrás da ex-senadora Marina Silva onde quer ela vá”, completou confirmando seu apoio incondicional a ex-senadora.

CHUVAS DE ATÉ 93MM FORAM REGISTRADAS NO SERIDÓ

As chuvas que banharam o Seridó neste domingo (29) chegaram a 93 milímetros na cidade de Ipueira, mas também foram registradas em várias áreas da região. Confira:
93 mm: Ipueira (zona urbana)
70 mm: Volta da Jurema (Ipueira)
58 mm: Vila II do Sabugi (Caicó)
55 mm: Sítio Extremo (Jardim de Piranhas)
50 mm: Riacho do Olho D’Água (São José do Seridó) e sítio Jardim (Ipueira)
48 mm: São José do Seridó (zona urbana)
45 mm: Saco do André (Paulista/PB)
42 mm: Sítio Patacoroa (Florânia) e sítio Várzea Redonda
41 mm: Serra Negra do Norte (zona urbana)
40 mm: Chácara Recanto dos Deuses (Passagem das Traíras)
39 mm: Sítio Colorau (São João do Sabugi)
38 mm: Sítio Barra do Sabugi
35 mm: Sítio Ferreiro, sítio Garcia e Sítio Cachoeira Grande (Caicó)
33 mm: Granja Santa Isabel
32 mm: Sítio Brejinho, sítio Piedade (Jardim de Piranhas), Barra da Espingarda e Riacho do Salgado (São João do Sabugi)
31 mm: Barra Nova (Caicó)
30,55 mm: 6º BPM (Caicó)
30 mm: Distrito Palma, sítio Quipauá (Jardim do Seridó), sítio Batalha e Casa Nova de Brejinho
27 mm: Sítio Inês Velha
26 mm: Casas Populares (Caicó)
25 mm: Sítio Umarizeiro (São Fernando), Lagoa Nova e sítio Campo Grande (São João do Sabugi)
23 mm: Sítio Mossoró (São João do Sabugi)
20 mm: Sítio Manhoso (Caicó), sítio Jerusalém, sítio Juazeiro sítio Várzea Alegre e sítio Buriti
19 mm: Sítio Entre Serras (Serra Negra do Norte)
18 mm: Sítio Umari
17 mm: Sítio Saboeiro (São Fernando) e comunidade Florânia (Florânia
16 mm: Sítio Carrapateira
15 mm: Brasilgás (Caicó), Boa Passagem (Caicó) e Barra da Maniçoba
14 mm: Cruzeta (zona urbana) e sítio Sacramento (São João do Sabugi)
13 mm: Sítio Ramada (São Fernando)
12 mm: Barra da Espingarda                                                                                                                 11 mm: Timbaúba dos Batistas (zona urbana)

sábado, 29 de março de 2014

EMPARN PREVÊ CHUVAS EM TODO RN DURANTE O FIM DE SEMANA

     A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) prevê chuvas em todas as regiões do estado durante o fim de semana. De acordo com a empresa, a ocorrência de precipitações está associada às instabilidades causadas pela presença da Zona de Convergência Intertropical.

     A Emparn registrou chuvas em 14 localidades entre esta quinta-feira (27) e sexta-feira (28). De acordo com o relatório, a região Oeste choveu apenas em Campo Grande, com 4,3 milímetros (mm). Já na região Seridó, choveu em Cruzeta (22mm); Parelhas (13,2mm) e, ainda, em São Jose do Seridó, Jardim do Seridó e em Caicó (Açude Itans). 

     No Agreste e Leste do estado foram registradas chuvas principalmente em Parnamirim (20,6mm), além de Natal, Canguaretama, Baia Formosa, Pureza, Senador Georgino Avelino e Extremoz.


IBAMA E PRF APREENDEM MAIS DE 15 MIL ARIBAÇÃSAves apreendidas em

     A Superintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) juntamente à Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu um total de 15 mil arribaçãs abatidas em fiscalizações este ano e aplicou multa de aproximadamente   R$ 6 milhões nos infratores.
Aves apreendidas em Jardim de Piranhas-RN

     As apreensões foram feitas durante a “Operação Migratórias”, que está percorrendo cidades do interior do Rio Grande do Norte, desde o dia 15 de março. Um total de 20 pessoas já foram autuadas por caça ilegal e submetidas a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Também foram recolhidas cinco armas de fogo.

     Do total, mais de dez mil aves arribaçãs, cuja captura é proibida, foram apreendidas durante a operação no município de Jardim de Piranhas, a 287 km de Natal, no dia 19 de março. De acordo com Jaime Pereira, chefe da unidade do Ibama, em Mossoró, e coordenador da Operação Migratórios, a apreensão aconteceu na zona rural do município, na divisa do RN e Paraíba (PB). As aves foram incineradas junto à outras quatro mil armadilhas do tipo “sangra”, comumente utilizada na caça ilegal.   

     As aves foram encontradas congeladas em freezers. “O local ficava na margem do rio Piranhas. Obtivemos a informação que a venda destas aves no local abastece 90% do comércio de Natal , Caicó e Mossoró, isso é preocupante”, explica Jaime Pereira. O Ibama também encaminha uma portaria comunicando o caso ao Ministério Público Estadual e solicita à Polícia Civil a abertura de um inquérito para que o responsável pela caça e captura responda criminalmente.

    A região do Seridó, principalmente na divisa entre o RN e Paraíba (PB)  é onde há o maior índice de caça e comércio em todo Estado, pois é lá que concentram os locais de reprodução das aves segundo informações Ibama, que aponta outros focos de comércio e caça ilegal como na cidade de Currais Novos, localizado a 172 km da capital do Estado, onde foram apreendidas 20 motocicletas utilizadas nas ações. 

     Segundo Jaime Pereira, a operação não tem data para ser finalizada. “Infelizmente existe uma cultura de caça de arribaçãs e rolinhas principalmente na Paraíba e no RN, por mais que a gente realize maneira persistente essas ações de combate, as pessoas insistem em continuar com a caça e comércio”. Batizada de Migratórios, a operação objetiva combater a caça de aves no Seridó.


Fonte: Tribuna do Norte

sexta-feira, 28 de março de 2014

COM UMA HORA DE ATRASO E AUDITORIO LOTADO COMEÇA EVENTO DO PMDB


     Começou agora o evento do com a composição da mesa de lideranças. Na lista os ex-senadores Fernando Bezerra e Geraldo Melo, que presidirá os trabalhos na tarde de hoje, no hotel Praiamar. O líder do partido na Câmara dos Deputados, deputado Eduardo Cunha, também já chegou ao local do evento.

MAIS DE 100 PREFEITOS PRESTIGIAM EVENTO DO PMDB


     Segundo dados da organização do evento do PMDB, hoje (28), no hotel Praiamar, mais de 100 prefeitos de diversos municípios e legendas estão prestigiando a apresentação da chapa Henrique Alves (governador), João Maia (vice) e Wilma de Faria (senadora).

POLÍTICOS LOTAM O AUDITÓRIO DO PRAIAMAR

    
    Vários políticos já estão presentes no auditório do Praiamar Hotel para o lançamento da pré-candidatura ao Governo do deputado Henrique Alves.A expectativa é pelo lançamento também das pré-candidaturas de João Maia a vice e Wilma de Faria ao Senado.

RN SUSTENTÁVEL CHEGA A REGIÃO CENTRAL


     “A aquisição dessas 30 matrizes com certeza vai transformar a nossa comunidade, o agricultor e as crianças vão poder sair de casa alimentados e bem dispostos para aguentar o dia”, essa é a expectativa de Welington Santos, produtor de leite e presidente da Associação dos produtores rurais de Mulungu, em Lajes. Welington aguarda a aprovação do projeto que encaminhou para o Programa RN Sustentável, lançado pela governadora Rosalba Ciarlini, nesta manhã (27), no município de Lajes para o território Sertão-Central.
     A solenidade de lançamento aconteceu no Centro Pastoral Monsenhor Vicente e contou com a participação do prefeito do município, Benes Leocádio; da coordenadora executiva do RN Sustentável, Ana Guedes; do delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Raimundo Costa; do presidente da FETARN, Ambrósio Lins e do secretário adjunto de Educação, Joaquim Oliveira, além dos prefeitos e vice-prefeitos da região atendida.
     Após a solenidade de lançamento Rosalba se reuniu com representantes de algumas associações rurais da região. Na reunião os agricultores fizeram diversas solicitações que foram encaminhadas por meio de um documento para que a chefe do Executivo possa analisá-los. Uma das reivindicações do grupo é a construção da Barragem do Alívio, que quando construída vai solucionar a questão do abastecimento de água nas cidades de Lajes, Pedra Preta, Jardim de Angicos e Caiçara do Rio do Vento.

POPULARIDADE DE DILMA CAI DE 43% PARA 36%


     A popularidade do governo da presidenta Dilma Rousseff caiu em março, na comparação com novembro do ano passado, segundo indicadores da pesquisa CNI-Ibope divulgada hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com o levantamento, o percentual da população que avalia o governo dela como ótimo ou bom caiu de 43% para 36%. Já a aprovação da maneira de governar caiu de 56% para 51% no mesmo período.
     De acordo com a CNI, a parcela da população que confia na presidenta caiu de 52% para 48%, mas essa diferença está, segundo a entidade, no limite da margem de erro. A pesquisa CNI-Ibope fez 2002 entrevistas em 141 municípios, entre os dias 14 e 17 de março.

Fonte: Robson Pires

COLIGAÇÃO DE HENRIQUE NASCE COM 75% DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO

     CANDIDATURA DO PMDB AO GOVERNO DO ESTADO NASCE COM O APOIO DE 12 PARTIDOS QUE REPRESENTAM HOJE 75% DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA. ALIANÇA PODE CHEGAR A 18 PARTIDOS

     
    Após oito anos sem ter candidato disputando o Governo do Estado, o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) oficializa hoje, às 15h, em evento no hotel Praia Mar sua disposição em concorrer ao cargo. O nome do partido para isso é o do deputado federal Henrique Eduardo Alves, atualmente presidente da Câmara Federal. A pré-candidatura chama a atenção por um dado numérico bastante expressivo: nasce apoiada por uma coligação formada por 12 partidos (PMDB, PR, PSB, PV, PSDB, PTB, PROS, PRB, PMN, PHS, Solidariedade e PDT); que agrega 18 deputados estaduais; dois senadores; quatro deputados federais (incluindo Henrique) e que, nas eleições de 2012, elegeu 106 prefeitos.

     O detalhe é que a coligação ainda não está finalizada e pode alcançar entre 16 e 18 legendas, caso o PC do B, o DEM e outros passem a integrar o grupo. Esse conjunto de partidos engloba hoje 21 deputados estaduais, 5 federais e os três senadores. Em 2012, esse arco de legendas elegeu 130 prefeitos. O evento de hoje também deve contar com o anúncio da ex-governadora Wilma de Faria (PSB) como candidata ao Senado Federal. A oficialização do deputado federal João Maia (PR) como candidato a vice-governador só sairá no dia 5 de abril, em evento próprio do Partido da República. Ainda são esperados no hotel o líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e o senador Valdir Raupp, presidente nacional da legenda.

     O tamanho do evento e o peso dos nomes anunciados para encabeçar a chapa demonstram a composição de legendas angariadas pelo PMDB até agora. O PMDB escolheu oficialmente o nome de Henrique Alves após consultar as bases partidárias durante mais de um mês, quando ainda estava em avaliação o nome do empresário Fernando Bezerra como o postulante ao Governo do Estado.

     Neste ínterim, o partido seguiu angariando apoios para a formação de uma grande base de apoio. A expectativa da cúpula dos “bacuraus” é de que, ao fim do processo de reuniões e eventos partidários, o PMDB chegue a fechar seu projeto entre 16 e 18 legendas, das mais variadas matizes e graus de representatividade no quadro político atual do estado.

      Contando apenas com os partidos dos candidatos a cargos majoritários – PMDB, PR e PSB – são nove vagas ocupadas na AL-RN e mais três mandatos na Câmara dos Deputados. Se somar o Partido Republicano da Ordem Social, chega-se a 14 mandados na AL-RN, além da presidência da casa legislativa com Ricardo Motta.

     Com a definição dos principais nomes da chapa majoritária, o próximo passo dos partidos é a formações de coligações para a disputa às oito vagas na Câmara Federal e 24 cadeiras na Assembleia Legislativa.

    Diante do quadro que se apresenta e outubro se avizinhando, o PMDB ainda apresenta publicamente uma condição de indefinição sobre a formação da chapa para as disputas de vagas no legislativo. “Os partidos trarão seus apoios ao passo que forem fazendo seus eventos, convenções e reuniões. Ao fim deste processo veremos a situação”, disse o ministro Garibaldi Alves Filho.

     O posicionamento do PMDB é reforçado pelo deputado estadual e pré-candidato à Câmara, Walter Alves. “Esperamos entre 16 e 18 partidos. Os outros partidos farão seus eventos e trabalhamos dentro desta expectativa. A definição das coligações será feita posteriormente”, apontou o parlamentar.

     Além dos partidos já citados, informações apontam que o PMDB estaria ainda conversando com o Democratas (DEM) para compor a chapa na disputa aos parlamentos. A negociação é negada pelo senador José Agripino, presidente nacional e do diretório potiguar do DEM. “Ainda não é a hora para essas definições. Na hora própria a direção executiva do partido irá decidir sobre isso”, explicou Agripino.

     A decisão sobre a aliança, de acordo com o senador, ainda dependerá da definição sobre a candidatura ao Governo do Estado, no caso da governadora Rosalba Ciarlini decidir concorrer à reeleição. “É uma preliminar posta. Até a definição sobre a candidatura ao governo”, definiu o presidente nacional do DEM.

WILMA RECEBE SINAL VERDE PARA DISPUTAR O SENADO

Em conversa com o presidente nacional do PSB, governador Eduardo Campos (PE), a ex-governadora Wilma de Faria recebeu o sinal verde para disputar o Senado. Na audiência ela esteve acompanhada pelos deputadosTomba FariasMárcia MaiaLarissa Rosado e Sandra Rosado.
Na chegada ao RN, jantar de boas-vindas organizado pela esposa de Tomba, prefeita Fernanda Costa (PMDB),com a representação bacurau de Henrique Alves, Garibaldi Filho e Flávio Azevedo. Na pauta o lançamento de candidaturas para hoje (28), às 15h, no hotel Praiamar.



Fonte: Robson Pires

MP QUER FIM DA BOQUINHA DE R$ 11 MIL POR FORA DE AGRIPINO

     O Ministério Público do Rio Grande do Norte ingressou com uma ação civil pública para cassar a pensão vitalícia de dois ex-governadores do Rio Grande do Norte. José Agripino Maia recebe 11 000 reais mensais desde abril de 1994, quando renunciou ao segundo mandato. O benefício de seu padrinho político, o primo Lavoisier Maia, é ainda mais antigo, desde 16 de março de 1983. (a propósito, Lavoisier nem eleito foi; era governador biônico). O MP descobriu que o estado sequer tem arquivado documentos do processo administrativo que tenham concedido o benefício.



Fonte: Robson Pires

JUIZ DO TRE MANDA PREFEITO DE BODÓ REASSUMIR O CARGO

Em decisão monocrática, o juiz do TRE Verlano Medeiros mandou o prefeito afastado de Bodó, Tinhá (DEM), reassumir o cargo nesta quinta-feira.
Cassado pela juíza da comarca de Santana do Matos, Niedja Fernandes, a partir de denúncia de compra de votos formulada pelo Ministério Público Estadual, o prefeito foi afastado ontem e substituído pelo presidente da Câmara, José Aírton.
Em contato com o juiz, ele explicou que ‘não adentrou nas provas dos autos’, apenas seguiu precedente do TRE-RN, deixando a análise das provas para o julgamento do mérito.
O TRE, como tem feito em casos semelhantes, segue o TSE que entende que a assunção pelo presidente da Câmara ‘é precária e não recomendável’, uma vez que a substituição ‘pode caracterizar a paralisação dos serviços públicos’.
Segundo Verlano, pelo precedente do Tribunal, entende-se ser necessário evitar a alternância do poder.
*
Na sua decisão, o juiz Verlano Medeiros foi enfático quando disse que as provas analisadas pela juíza Niedja Fernandes foram feitas de forma substancial, “de forma que a presente decisão na ação cautelar em nada vai interferir na apreciação das provas quando do julgamento do mérito”, entendeu Verlano em sua sentença.
*
Pela decisão do juiz, a posição dele no julgamento de hoje não indica que será a mesma no julgamento do mérito.



Fonte: Thaisa Galvão

quinta-feira, 27 de março de 2014

VIVA O BRASIL


PARA REFLEXÃO


INICIADO MOVIMENTO DE PROTESTO À CHAPA DE HENRIQUE ALVES

     Vereadores de Caicó e região do Seridó estão articulando um movimento suprapartidário de protesto ao acordo com vistas à disputa pelo Governo do Estado nas eleições deste ano envolvendo Henrique Eduardo (governador) e João Maia (vice-governador).
     O vereador de Caicó Leleu Fontes, que é um dos articuladores do movimento, entende que a aliança não tem como objetivo atender interesses do Rio Grande do Norte, mas projetos de ordem pessoal, que segundo ele, será desaprovado pelo povo do Rio Grande do Norte.


Fonte: Robson Pires

VOLTA A CHOVER NO INTERIOR DO RN

    Voltou a chover nos municípios potiguares na tarde desta quarta-feira (26).Informações dão conta que ocorrerão precipitações nos municípios de Currais Novos, São Rafael, Campo Redondo e outros municípios.
    O maior índice pluviométrico ocorreu no município de Campo Redondo com 100 mm, seguido de São Rafael 80 mm e Currais Novos 20 mm. Em Caicó, as nuvens até que se preparam, mas não caiu uma gota sequer no município.


Fonte: Robson Pires

RIACHUELO: PREFEITA MARA REALIZA SOPÃO NO BAIRRO NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

     O Brasil, mesmo com os índices econômicos e sociais em desenvolvimento. Com o Bolsa Família do governo federal beneficiando milhões de brasileiros, mas o aumento populacional, contudo, ainda se encontra uma parcela da população sem alimentação suficiente.

      Diante dessa realidade, o município de Riachuelo, visando minorar essa dura realidade que atinge todo o país, promoveu o sopão no bairro N.S. da Conceição.

     E hoje em Riachuelo houve a abertura do Sopão no Bairro, que beneficiou cerca de 1500 pessoas. Trata-se de um Programa que tende a permanecer por longo tempo.

     Presentes no evento toda equipe da Prefeitura Municipal de Riachuelo: a Prefeita Mara Cavalcanti; os vereadores da situação, Neguinho Gabi, Jânio Azevedo e Serivan Sena; a secretária de Ação Social, Marineves Cavalcanti; a secretária de Saúde, Clara Gertrudes; o secretário de Educação, Clemilson Sena; o secretário de Agricultura, Herick Machado; o secretário de Administração, Aílton de Freitas Macedo; o secretário de esportes, Jorge Araújo; a secretária de turismo, Paulinha;  dentre outras autoridades presentes.

    O blog esteve conferindo o sopão do bairro. Produto de primeira qualidade. Em seu discurso de abertura do evento, a prefeita Mara Cavalcanti afirmou que o sopão foi uma promessa de campanha que estava se iniciando o seu cumprimento. No início, apenas um dia por semana; posteriormente, irá se estender por todos os  dias, toda semana. A secretária de Ação Social, Marineves Cavalcanti, falou da importância do alimento oferecido, que inclusive incluía uma vasilha para cada morador, também fornecida para a prefeitura, podendo os presentes levar pra casa o gostoso sopão.

  Foi, praticamente, um evento festivo, onde a prefeita Mara cumprimentou a todos, e se confraternizou com todos, em momentos bastante descontraídos.


Fonte: Riachuelo em Ação

PREÇOS DOS REMÉDIOS REGULADOS SUBIRÃO ATÉ 5,68%

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamento (Cmed) fixou hoje (26) as taxas máximas de reajuste nos preços de medicamentos regulados pelo governo. Os reajustes entram em vigor a partir de 31 de março. Para os remédios com baixa concorrência, que somam mais de 40% do mercado, o reajuste máximo autorizado é 1,02%. Para os medicamentos de alta concorrência, poderão ser reajustados até 5,68%, mesmo percentual do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) dos últimos 12 meses. Segundo o Ministério da Saúde, em geral, os reajustes não costumam ser repassados intgeralmente aos consumidores.
Os produtos com maior reajuste representam cerca de 20% dos genéricos no faturamento das empresas. A Cmed fixa o valor do ajuste anualmente, com base em critérios técnicos definidos na Lei 10.742 de 2003. São considerados no cálculo a inflação do período (de março de 2013 até fevereiro de 2014), produtividade da indústria, variação de custos dos insumos e concorrência dentro do setor.

Fonte: Robson Pires

OPOSIÇÃO CONSEGUE ASSINATURAS E SENADO DEFINIRÁ AGORA DE MANHÃ SOBRE CPI DA PETROBRAS.

Da Agência Senado:
Definição da CPI da Petrobras no Senado fica para esta quinta
A oposição anunciou nesta quarta-feira (26) já ter as assinaturas necessárias para a criação, no Senado, de uma CPI para investigar denúncias envolvendo a Petrobras. A entrega do requerimento, no entanto, só deve ocorrer nesta quinta, às 9h, segundo informou o senador Alvaro Dias (PSDB-PR). Até o início da noite, faltava a formalização do apoio de parte da bancada do PSB, o que completaria 29 assinaturas – o mínimo necessário para a CPI é de 27.
Com o anúncio em Plenário, feito por Alvaro Dias, de que havia o número regimental para a CPI, o debate se acirrou.
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse que é preciso zelo com o patrimônio público e que uma CPI é importante para apurar responsabilidades. Para ele, a CPI pode marcar o início do resgate da “mais importante empresa do patrimônio brasileiro”. Aécio disse que a oposição no Senado vai esperar para ver se também haverá apoio à CPI na Câmara para que seja feito um trabalho conjunto.
*
– A partir daí, com absoluta transparência, vamos permitir que os brasileiros saibam quais as motivações que levaram a decisões tão perversas com a Petrobras – declarou Aécio, ressaltando que o trabalho da comissão será feito com serenidade e responsabilidade.
O senador mineiro criticou as decisões que causaram prejuízo à Petrobras e a recorrente “terceirização de culpa” por parte do governo. Ele lembrou que já criticou o “enfraquecimento do Poder Legislativo”. No entanto, segundo o senador, a decisão de apoiar uma CPI merece destaque. Aécio registrou que a Polícia Federal, a Procuradoria-Geral da República (PGR) e o Tribunal de Contas da União (TCU) já investigam as denúncias contra a Petrobras.
– Faltava o Poder Legislativo. Hoje, não falta mais, por conta da coragem de parlamentares que querem investigar – declarou.
*
Para a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), no entanto, o Senado não pode se deixar usar como instrumento de política eleitoral. A convocação de uma CPI, disse Gleisi, atende a interesses políticos e eleitorais. Ela lembrou que no Senado há três senadores potenciais candidatos à Presidência da República: Aécio Neves, Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Magno Malta (PR-ES).
De acordo com a senadora, com a investigação por órgãos técnicos, como o TCU e o Ministério Público, e uma apuração interna na Petrobras, não haveria outra explicação para uma CPI a não ser o viés político.
*
COERÊNCIA
Gleisi cobrou coerência dos partidos de oposição. De acordo com a senadora, nos dois governos do PSDB (1995-2002), houve apenas duas CPIs no Congresso, pois a então situação trabalhava contra possíveis investigações. Ela disse que o senador Alvaro Dias chegou a ser expulso do partido por ter apoiado uma CPI.
Para a senadora, Aécio Neves cobra uma CPI contra o governo federal, mas fecha os olhos para denúncias envolvendo políticos tucanos em São Paulo, onde integrantes do governo do PSDB são acusados de receber propina em licitações de trens e do metrô.
– É importante ter coerência na história e na vida – cobrou a senadora.
*
Para o senador mineiro, as investigações técnicas não serão comprometidas com a investigação do Senado. Aécio disse que o Senado deve cumprir sua função de fiscalização. Lembrando que já foi deputado federal, governador de Minas Gerais e senador, ele respondeu, em tom irônico, que responderia às denúncias envolvendo o PSDB paulista quando fosse eleito deputado estadual em São Paulo.
*
MINISTÉRIO PÚBLICO
Os senadores Randolfe Rodrigues, Ana Amélia (PP-RS) e Pedro Taques (PDT-MT) destacaram a representação apresentada por eles e outros parlamentares à PGR para apuração da conduta do Conselho de Administração da Petrobras no caso da refinaria de Pasadena.
Taques rebateu críticas de que os senadores estariam “se apequenando” ao propor as investigações.
- Apequenando são as ações que estão fazendo em relação à Petrobras, que, aliás, tem se apequenado, e muito. A atribuição do Ministério Público é uma atribuição constitucional, que não tem nada a ver com a atribuição de uma CPI ou as atribuições de outras instituições. Eu não aceito polícia política no meu mandato – afirmou.
*
QUATRO DENÚNCIAS
Segundo Alvaro Dias, as investigações da CPI, se confirmada a criação da comissão, serão focadas em quatro temas: o processo de aquisição da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos; indícios de pagamento de propina a funcionários da estatal pela companhia holandesa SBM Offshore para obtenção de contratos junto à Petrobras; denúncias de que plataformas estariam sendo lançadas ao mar sem componentes primordiais à segurança do equipamento e dos trabalhadores; e indícios de superfaturamento na construção de refinarias.
O líder do PT, Humberto Costa (PE), ressaltou que, mesmo com eventual confirmação do requerimento, o governo poderá trabalhar pela retirada das assinaturas. De acordo com o Regimento Interno do Senado, os senadores têm até a meia noite do dia da leitura do documento no Plenário para retirar o apoio.


Fonte: Thaisa Galvão