ULTIMAS NOTÍCIAS

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Pesquisa Ibope mostra Lula como o presidenciável com maior potencial de votos para 2018

Já o índice dos três principais tucanos teve queda; levantamento foi feito antes de vir a público a lista do ministro Edson Fachin
Foto: Reprodução / Internet
Pesquisa inédita do Ibope mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a ser o presidenciável com maior potencial de voto entre nove nomes testados pelo instituto. Pela primeira vez desde 2015, os eleitores que dizem que votariam nele com certeza (30%) ou que poderiam votar (17%) se equivalem aos que não votariam de jeito nenhum (51%), considerada a margem de erro. Desde o impeachment de Dilma Rousseff, há um ano, a rejeição a Lula caiu 14 pontos.
A pesquisa foi feita antes de vir a público a lista do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), com as delações de executivos da Odebrecht que acusaram o ex-presidente de corrupção, junto com dezenas de outros políticos. Se a divulgação das denúncias prejudicou a imagem de Lula (e de outros denunciados), não houve tempo de isso ser captado pelo Ibope.
Os três principais nomes do PSDB, por sua vez, viram seu potencial de voto diminuir ao longo do último ano e meio. Desde outubro de 2015, a soma dos que votariam com certeza ou poderiam votar no senador Aécio Neves (PSDB-MG) despencou de 41% para 22%. O potencial do senador José Serra (PSDB-SP) caiu de 32% para 25%, e o do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) foi de 29% para 22%. Os três tucanos aparecem na pesquisa com taxas de rejeição superiores à de Lula: 62%, 58% e 54%, respectivamente.
O Ibope testou pela primeira vez o potencial do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), em uma eleição para presidente. Embora seja muito menos conhecido do que seus colegas de PSDB (44% de desconhecimento, contra 24% de Alckmin e 16% de Serra e Aécio), Doria já tem 24% de eleitores potenciais (metade votaria com certeza), ou seja, tanto quanto os outros tucanos, levando-se em conta a margem de erro. Mas sua vantagem é ter uma rejeição muito menor que a dos concorrentes dentro do partido: 32%.
Assim como os nomes tradicionais do PSDB, a ex-ministra Marina Silva (Rede) sofreu redução de potencial de voto e aumento da rejeição. Agora, um terço dos eleitores a indicam como possível opção – eram 39% há um ano.
Método. Entre os dias 7 e 11 de abril, o Ibope realizou 2.002 entrevistas face a face, em 143 municípios de todas as regiões do Brasil. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%. As perguntas eleitorais fizeram parte da pesquisa que o instituto conduz mensalmente com questionário variável, o chamado BUS.
Na pesquisa de potencial de voto, o entrevistador apresenta um nome de cada vez e pede ao eleitor que escolha qual frase descreve melhor sua opinião sobre aquela pessoa: se votaria nela com certeza, se poderia votar, se não votaria de jeito nenhum, ou se não a conhece o suficiente para opinar. É diferente da intenção de voto. Se aplica especialmente quando falta muito tempo até a eleição e as candidaturas ainda estão incertas.

FONTE: Agência Estado

2018: quem se habilita?

Candidatos que vão concorrer a presidência em 2018 (1)Aécio talvez não consiga ser candidato, depois da delação da Odebrecht. Serra apanhou menos, mas apanhou. Quem será o candidato do PSDB? Lula, apesar do temporal de acusações, continua bem nas pesquisas (mas com índice recorde de rejeição). E corre o risco real de virar ficha suja até 2018. Se não for Lula, quem será o candidato do PT à Presidência?
Pelo jeito, os candidatos deverão merecer a origem de sua condição (deveriam manter limpíssimas suas togas brancas – “cândidas”, em latim). Gente como Sérgio Moro (já disse que não quer), João Dória (já disse que seu candidato é Alckmin), Joaquim Barbosa (recusou convite do PSB). Ou candidatos exóticos, como Tiririca e Bolsonaro. Quem se habilita?

Governador nomeia delegada como nova secretária de Segurança do RN


O comando da Segurança Pública do Rio Grande do Norte é mais uma vez entregue a uma mulher delegada.


O governador Robinson Faria anunciou na manhã desta quarta-feira (19) a nomeação da delegada Sheila Maria Freitas de Souza Fernandes e Melo, 51 anos,  como nova secretária de Segurança Pública e Defesa Social do RN.

CEARÁ MIRIM: Três são mortos a tiros, mãe e filha estão entre as vítimas

Homicídios foram registrados na madrugada desta quarta-feira (19); segundo a PM, as três pessoas mortas tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

Suspeitas de tráfico de drogas, Maria Terezinha Alves e Marluce Alves Gonçalves, mãe e filha, haviam sido presas durante a Operação Viajante, realizada pela Polícia Civil em abril do ano passado na cidade de João Câmara (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Três pessoas foram mortas a tiros na madrugada desta quarta-feira (19) na cidade de Ceará-Mirim, na Grande Natal. Mãe e filha, Maria Terezinha Alves, 49 anos, e Marluce Alves Gonçalves, 21, foram mortas a tiros na frente de casa. Emanuel Lucas da Costa, de 18, também foi retirado de casa e assassinado.
Segundo a Polícia Militar, os crimes aconteceram por volta das 3h. Testemunhas disseram que os suspeitos estavam encapuzados, armados e fugiram de carro.
Ainda de acordo com a PM, todas as vítimas tinham envolvimento com tráfico de drogas. As mulheres já haviam sido presas em uma operação de combate ao tráfico de drogas na cidade João Câmara, na região Agreste do estado, em abril do ano passado. Além disso, também seriam donas de uma casa de prostituição na cidade.
Já Emanuel Lucas, era suspeito de roubar um cartório em Ceará-Mirim.
A polícia ainda não tem pistas dos assassinos.

FONTE: G-1


Garibaldi lamenta falta de segurança no Rio Grande do Norte


O senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) lamentou a situação da segurança pública no Brasil, em especial no Rio Grande do Norte. De acordo com o senador, a presença das Forças Armadas nas ruas de seu estado ajuda, mas não é a solução para o problema.

Garibaldi afirmou que, nessa situação, combater o crime é um ato de bravura. Segundo ele, a solução seria reduzir a defasagem que existe nas polícias do estado.

O senador citou que a polícia civil do Rio Grande do Norte tem apenas 30% do número ideal de agentes. Além disso, faltam armas, munições e, até mesmo, farda para os policiais militares.

— Então nós temos hoje um estado de penúria tal que a ousadia toma conta e leva o crime organizado a fazer o que está fazendo, levando o temor, a intranquilidade a cada lar do país, e a cada cidadão que se sente impedido de andar livremente na sua cidade.

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 88 milhões


Nenhum apostador acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 1922 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (19/04) em São Fidélis (RJ). O prêmio acumulado para o p´roximo sorteio, que será realizado no sábado (22/04) sobe para R$ 88 milhões.

 As dezenas sorteadas foram: 20-22-36-38-41-43.

quina teve 124 acertadores, que vão receber cada um o prêmio de R$ 43.174,39. Já a quadra teve 8.817 apostas vencedoras. Cada um desses sortudos irá receber R$ 867,41.

VEJA TAMBÉM:

A QUINA ACUMULOU E PAGA NESTA QUINTA-FEIRA R$ 12.500.000,00
CONFIRA OS NÚMEROS SORTEADOS -  03 13 53 54 55

Fórum dos servidores pede ajuda à Assembleia Legislativa por atraso de salários

Servidores pediram a intermediação da Casa, no diálogo com o Executivo para encontrar uma solução para as pautas das categorias
1
O atraso no pagamento dos salários e falta de acompanhamento dos gastos do Governo do RN, foram os principais pontos abordados pelo Fórum de Servidores do Estado, que foram recebidos nesta quarta-feira 19 pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). Os servidores pediram a intermediação da Casa, no diálogo com o Executivo para encontrar uma solução para as pautas das categorias.
“Esta Casa Legislativa tem acompanhado o clamor dos servidores e tudo o que for possível fazer para se buscar alternativas nós faremos, contando com o apoio dos 24 deputados. Estamos prontos para pensar, dialogar e até sugerir soluções, mas não podemos interferir em outro Poder”, afirmou o deputado Ezequiel Ferreira garantido que o legislativo fará o papel de mediador entre o governo do RN e o Fórum dos Servidores buscando a definição das demandas.
Os servidores disseram que há 16 meses estão recebendo os salários com atraso. O do mês de março, por exemplo, só terá o pagamento complementado em maio. “Ninguém aguenta mais essa situação. Não sabemos se o Governo prioriza o fluxo de caixa para o pagamento do pessoal. Por isso queremos democratizar essa discussão”, destacaram os representantes do Fórum.
O presidente da Comissão de Finanças e Fiscalização, deputado George Soares (PR) vai marcar uma audiência pública para o próximo dia 4 de maio, com a presença dos secretários de Planejamento e Finanças; de Tributação e da Controladoria Geral do Estado, para a discussão do problema.
“A Comissão de Finanças e Fiscalização vai coordenar essa reunião com a participação do Fórum dos Servidores e com todas as entidades interessadas no assunto. Precisamos acompanhar a execução orçamentária pelo Executivo, que é uma função desta Comissão”, afirmou o deputado.
Participaram da reunião os deputados Alberto Dickson (PROS), Larissa Rosado (PSB), Getúlio Rêgo (DEM), George Soares, Carlos Augusto (PSD), Fernando Mineiro (PT) e Dison Lisboa (PSD). Todos eles manifestaram apoio ao Fórum dos Servidores na busca para a solução dos temas discutidos.
O Fórum dos Servidores estava representado por Fernando Freitas Presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais (Sindifern); Janeayres Souto, presidente do Sindicato dos Servidores da Administração Direta (SINSP); delegada Paola Maués da ADEPOL; Coronel Eliabe, da Associação dos Policiais e Bombeiros Militares; Vilma Batias, do Sindicato dos Agentes Penitenciários; Nivaldo Brum da Associação dos Procuradores do Estado.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Da nova Secretária de segurança do RN: “Aceitei o desafio para trabalhar pelo povo da minha terra”

entrevista
A delegada Sheila Freitas, anunciada nesta quarta-feira (19), pelo governador Robinson Faria, como nova secretária da Segurança do Rio Grande do Norte, concedeu a primeira coletiva de imprensa no cargo e falou sobre os desafios que encontrará pela frente.
Potiguar de nascimento, Sheila deixou claro que só aceitou o cargo para poder trabalhar para a população. “Eu sou delegada da Polícia Civil, mas hoje estou secretária da Segurança. Eu aceitei esse desafio para trabalhar para o povo da minha terra. A mesma dedicação que eu tive enquanto delegada, terei aqui na Sesed, com ainda mais motivação pelas responsabilidades que eu sei que o cargo tem”.
A secretária destacou que uma das necessidades mais urgentes da Segurança Pública no RN é colocar mais policiais no trabalho ostensivo nas ruas. Para isso, uma parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) disponibilizará R$ 3 milhões para o reforço no efetivo. “Esse valor será destinado para o pagamento de Diárias Operacionais (DOs). Serão R$ 200 para cada policial que tirar serviço por meio das DOs”.
Mais cedo, ao anunciar Sheila no cargo, o governador Robinson Faria também destacou o respeito que a delegada tem no meio policial. “Dra. Sheila é uma policial respeitada, de atuação destacada e que reúne todos os atributos para conduzir a secretaria de Segurança. Acredito no trabalho dela e estou certo que teremos, em breve, bons resultados”.
Durante a coletiva, o delegado Correia Júnior, que até então era delegado geral adjunto da Polícia Civil do RN, foi anunciado como novo delegado geral.

Redução de chuvas mantém situação das reservas hídricas estaduais críticas

redução de
O Relatório de Situação Volumétrica dos principais reservatórios do Estado, divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas (Igarn), nesta quarta-feira 19, demonstra que a redução no volume das chuvas manteve a situação das reservas hídricas estaduais críticas. A boa notícia é que a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, principal reservatório do Estado, continua melhorando de volume de acordo com os gráficos de monitoramento. Em comparação com o relatório anterior, divulgado em 13 de março, as chuvas propiciaram que o número de reservatórios secos reduzisse de 12 para 11. Em termos percentuais, atualmente 23,4% dos mananciais estão nesta situação. Já a quantidade de açudes considerados em volume morto voltou a aumentar, passando de 15 mananciais, para 18, um percentual de 38,2%. Somados os percentuais, 61,6% dos 47 reservatórios, com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Igarn, estão em situação crítica.
Ainda em comparativo com o relatório de março. A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves teve um aumento volumétrico de pouco mais de 74 milhões de metros cúbicos, passando de 383,039 milhões para 457,425 milhões de metros cúbicos, chegando a 19% de sua capacidade total. A Barragem Santa Cruz do Apodi teve uma redução mínima, passando de 136,053 milhões de metros cúbicos para 133,719 m³, permanecendo na casa dos 22% de capacidade total. A Barragem de Umari, que não atende ao consumo humano e teve suas comportas fechadas para aumento das reservas hídricas do Estado, também aumentou de volume, passado dos 46,828 m³, no relatório de 13 de março, para atuais 57,419 milhões de metros cúbicos, 19,61% da sua capacidade total. Importantes reservatórios da região Seridó como o Itãns, em Caicó, e Marechal Dutra (Gargalheiras), em Acari, receberam pequeno volume de água após as chuvas, entretanto permanecem com volumes inferiores a 2% de suas capacidades. Volumes das Lagoas A Lagoa de Extremoz continua aumentando de volume após as últimas chuvas e o início do rodízio realizado pela Companhia de Águas e Esgotos (Caern) em meados de fevereiro. Atualmente a lagoa está com 6,008 milhões de metros cúbicos, 54% de sua capacidade. No relatório de 13 de março a porcentagem correspondia a 50,52%.
Já a Lagoa do Bonfim, responsável por parte do abastecimento da Adutora Monsenhor Expedito, está com 43,459 milhões de metros cúbicos, 51,57% da sua capacidade total. A Lagoa do Jiqui, que abastece parte da zona sul de Natal está com 97,18% de sua capacidade e a Lagoa de Pium responsável pelo abastecimento de Parnamirim está com 95,80% da sua capacidade total.
FONTE: AgoraRN

Delegada Sheila Freitas está cotada para assumir pasta de Segurança no Rio Grande do Norte

Ela substituiria Caio Bezerra, que deixou o cargo após dados apontarem um aumento significativo do número de homicídios no RN: mais de 700
Sheila Azevedo
A delegada Sheila Freitas deverá ser a nova secretária de Segurança Pública do Rio Grande do Norte. A informação ainda não é oficial, mas já circula entre pessoas próximas ao governador Robinson Faria.
Ela substituiria Caio Bezerra, que deixou o cargo após dados apontarem um aumento significativo do número de mortos no Rio Grande do Norte, que somente este ano já ultrapassa a marca dos mais de 700 homicídios, de acordo com dados do Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO).

MOSSORÓ: Escreva aí: Eu só faço qualquer coisa com sua autorização

VICE É VICE NÃO É?
rosalba e nova prefeita

terça-feira, 18 de abril de 2017

Álvaro Dias lidera pesquisa para 2018

alvaro dias
O senador Álvaro Dias (PV-PR) lidera as intenções de voto para as eleições presidenciais de 2018 no Paraná. No estado, ele é citado por 31,7% dos eleitores. É o que mostra o levantamento inédito feito pelo Instituto Paraná Pesquisas.
Em segundo vem Lula (PT), com 16,2%, seguido por Jair Bolsonaro (PSC), com 13,1%. Na quarta colocação, empatam João Doria (PSDB) e Marina Silva (Rede), com 9,4% cada um.
O instituto quis saber ainda o que os paranaenses acham do governo de Michel Temer. Para 72,8%, Temer tem sua gestão desaprovada. Só 22,5% disseram aprovar o presidente.

Governo prossegue com pagamento dos servidores nesta sexta

Governo do RN segue o pagamento do funcionalismo nesta sexta-feira (21), quando deposita uma parcela de R$ 4 mil a todos os 22.131 servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 4 mil. A soma do montante chega a R$ 88,5 milhões.
O complemento dos salários deste grupo será pago em breve, sem distinção entre ativos, inativos e pensionistas, a partir da disponibilidade de recursos.
É importante ressaltar que desde o dia 13 de abril, 80% dos servidores já receberam integralmente seus vencimentos.

Caso de polícia na prefeitura de Ouro Branco

A petista Maria de Fátima Araujo, prefeita da cidade de Ouro Branco – RN, perdeu de vez a compostura  ética-administrativa ao contratar pela milionária quantia de R$ 937.748,30, a Drogaria São Severino Ltda, visando o fornecimento de medicamentos para a prefeitura.
Essa micro-empresa não tem registro de capital social no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ do Ministério da Fazenda.
Pelas caridades!

FONTE: Blog do Robson Pires

“RN continua livre de aftosa”, destaca superintendente da Agricultura

Getúlio Batista na 96 FM - Divulgação
O superintendente federal do Ministério da Agricultura, Getúlio Batista, reafirmou, em entrevista a 96 FM nesta segunda-feira (17), que o Rio Grande do Norte continua com o rebanho certificado livre de aftosa com vacinação.
O RN foi reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livre de aftosa ainda em 2014. Desde então o Ministério da Agricultura vem acompanhando a qualidade gado potiguar e não registrou variação.
“Sabemos que temos um rebanho de qualidade e com boas genéticas. Por isso o Ministério vem acompanhando o nosso estado. O nosso estado continua com a certificação de área livre de aftosa com vacinação, sem conformidade. Nossa função é garantir todo o suporte para que essa certificação continue”, disse.

LAVA JATO: Ex-ministro do STF Célio Borja alerta: ‘Generalização é a salvação dos canalhas’

ctv-ytg-borja
O ex-ministro do STF Célio Borja
RIO – O jurista Célio Borja, de 88 anos, ex-ministro da Justiça na gestão de Fernando Collor e ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), nomeado pelo então presidente José Sarney, alerta para o risco de as delações da Odebrecht serem tomadas como “verdade absoluta”, antes que as investigações prossigam. “A generalização é a salvação dos canalhas”, diz Borja, em entrevista ao Estado. Para ele, esse clima de descrença em torno da política pode levar ao autoritarismo. “Essa confusão entre quem é sério e quem não é ajuda a inventar salvadores da pátria.”
VEJA A ENTREVISTA: 
O que mais o assombrou nessas delações da Odebrecht?
O que me assombra é que as delações estejam sendo tomadas como verdade absoluta. As delações não são prova. A responsabilidade penal depende de prova. As delações são apenas a narração de fato que pode ser criminoso ou não. Às vezes não é criminoso. Por exemplo, dizer que o candidato recebeu doações. É preciso provar que o candidato sabia que doações vinham de fonte ilícita. Mas ninguém se preocupa com isso. Pelo fato de ter sido citado em delação, ele acaba no rol dos culpados. Estão criminalizando quem não é absolutamente criminoso. E estão colocando nessa triste posição quem não tem nada a ver com isso.
Quem o senhor vê nessa situação?
Essa pergunta não se responde. Ela personaliza e eu não quero personalizar nada.
Qual caminho o senhor vê a partir das delações?
O caminho das investigações. O primeiro passo é não dar à delação o valor de prova. Ela apenas exige que a polícia investigue o fato delatado. A partir da constatação de que a delação procede, aí sim se iniciar ação penal e responsabilizar os culpados. Não se deve generalizar. A generalização é a salvação dos canalhas. Quando o sujeito que rouba diz ‘mas todo mundo rouba’, ele pensa que está atenuando a culpa dele. Não é verdade. Primeiro que nem todo mundo rouba. E se todos roubassem, deveriam ir para a cadeia e não se eximirem da cadeia porque todo mundo rouba.
O senhor acredita que este momento em que o brasileiro está descrente da política, possa abrir caminho para o autoritarismo?
Às vezes, abre mesmo. Já tivemos essa experiência. Em 1930, quando Getúlio Vargas, derrotado na eleição, promoveu uma revolução para se instalar no poder, havia grande desgosto contra aumento dos subsídios dos deputados e senadores, que era considerado escandaloso. Isso levou a certo enfraquecimento dos conceitos que se tinham dos parlamentares, não do Congresso. E naturalmente um político arguto e esperto, como era o presidente Vargas, valeu-se disso para praticamente transformar o Brasil numa ditadura. A meu ver, para evitar esse caminho, é tratar com grande cuidado essa questão da transparência. Hoje se jogam na mesma lama parlamentares corretos e decentes e os incorretos e indecentes. Se você disser que é deputado ou senador já se levanta contra você enorme suspeição. Não merece nem crédito nas lojas que vendem a prazo. Essa confusão de quem deve e quem não deve, quem é sério e quem não é, ajuda muito a inventar salvadores da pátria.
As delações mostram que a Odebrecht financiou políticos de direita e de esquerda com dinheiro de caixa 2. O sistema político atual sobrevive?
Eu acho que seria uma boa oportunidade para refazer o sistema partidário. Não é possível existirem partidos que dependem exclusivamente de dinheiro público como é o caso do fundo partidário. Ninguém sabe qual a aplicação que se faz desses recursos. É uma aberração. Não há como defender isso. Os partidos têm que depender dos seus filiados. Não pode ser dinheiro público. Estou contribuindo para partidos nos quais jamais votaria, porque o dinheiro do imposto que pago vai para eles também.
Diante das delações, o governo e o Congresso têm legitimidade para tocar as reformas que estão sendo discutidas, como a da Previdência e a trabalhista?
Têm. A legitimidade do Congresso advém da Constituição, não da nossa simpatia ou antipatia por ele. Se você não tiver Congresso, o país fica acéfalo. Isso é pior que tudo. A legitimidade é das pessoas, não da instituição. A legitimidade do Congresso vem da ordem jurídica. A legitimidade do meu mandato, se eu fosse deputado ou senador, dependeria da minha conduta, moralidade, ética funcional. Isso que é preciso distinguir. Nós estamos, por assim dizer, jogando rede que envolve todos, quando existem deputados e senadores de muito boa qualidade moral.
É possível comparar a situação brasileira à situação italiana pós-Operação Mãos Limpas?
É possível fazer comparação entre o que ocorreu na Itália e o que está acontecendo no Brasil. É perfeitamente legítimo. As coisas se parecem muito. A solução que se deu lá talvez nos sirva aqui. Uma limpeza geral nos partidos, na vida política de um modo geral e certo cuidado com o dinheiro na política.
A Operação Mãos Limpas abriu caminho para que a Itália tivesse um primeiro ministro neoliberal, o Silvio Berlusconi.
Não acredito que o Brasil siga caminho parecido. O que se passou na Itália não foi mediatamente após a Mani Pulite. Não foi consequência. Pelo contrário, foi uma reação contra as Mãos Limpas. E aqui acho que não há nenhum candidato a Berlusconi.
A eleição de 2018 está ameaçada? 
De maneira nenhuma está ameaçada. Sempre se fez eleição no Brasil sem caixa 2. Eleição se fez até sem dinheiro. Eleição e dinheiro não são consectários necessários. Não é necessário que haja dinheiro para que haja campanha eleitoral. Eleição se faz gastando sola de sapato. Eleição se fazia boca a boca, de porta em porta, de pessoa a pessoa. Hoje sabe-se tudo pelas redes sociais. As redes sociais têm poder muito grande. Meus netos sabem tudo pelas redes sociais. Eu vou ler amanhã as notícias que eles têm hoje.
Organizações como Ministério Público e Judiciário vão se sobrepor às instituições políticas?
Vão se sobrepor, não tenha dúvida. Isso está demonstrado na vida atual. O que o Ministério Público e a polícia ocupam de espaço, o que fazem com as instituições, com as pessoas, nunca foi cogitado antes. Acredito que isso esteja ocorrendo por conta de um aperfeiçoamento da consciência moral. Os antigos pensadores políticos e filósofos diziam que a consciência moral evolui, se aperfeiçoa ao longo do tempo. Vamos aprendendo com nossa própria experiência e corrigindo o que estava errado. Creio que o que houve foi isso: a consciência moral do povo brasileiro evoluiu. O que se tolerava antes, não se tolera hoje. Não creio que as instituições políticas tenham enfraquecido. Enfraqueceram-se pessoas, partidos, candidatos, posições políticos. As instituições, propriamente, não se comprometeram.
Nos últimos tempos, o Supremo também assumiu outro papel.
Há muito tempo. Mas o Supremo não deve se imiscuir em política. A garantia que o povo tem que a Justiça se fará é o não envolvimento dos juízes, especialmente do Supremo, em paixões políticas. Ele pode e deve corrigir o que é contra a Constituição, o que é evidentemente imoral. Mas não se deve imiscuir em questões políticas. O Supremo vai julgar as ações penais que advirem dessas investigações. Não houve no passado nada semelhante ao peso que essas ações terão, nem o mensalão.

FONTE:  
O Estado de S.Paulo
Clarissa Thomé

EX GOVERNADORES: Dos eleitos, só escapou Geraldo Melo que governou de março 1987 até março de 1991

Resultado de imagem para geraldo melo
Adicionar legen

Levantamento feito pelo 
Blog do Primo, mostra que os ex-governadores vivos, José Agripino, Garibaldi Alves, Fernando Freire, Wilma de Faria, Iberê(falecido) e Rosalba Ciarlini e o atual Robinson Faria figuram como políticos acusados ou investigados.Do 1982 para cá, há 35 anos,  com exceção de Geraldo Melo e os vice-governadores de José Agripino Radir Pereira e  Vivaldo Costa que assumiram o governo quando José Agripino renunciou em 1986 e 1994 para disputar do Senado,  todos os governadores eleitos ou vice-governadores que assumiram o governo estão complicados com suspeitas de corrupção.

Preso e condenado só o primo Fernando Freire.
Por causa disso que nosso elefante tá quase morto..

José Agripino 1983/1987 e 1991/1994 – Investigado da Operação LavaJato
Geraldo Melo 1997/1991 – Nunca investigado ou acusado
Garibaldi Alves Filho 1994/1998/2002 – Investigado na Operação Lava Jato
Wilma de Faria 2002/2006/20010 – Investigada nas Operações Sinal Fechado e Lava-Jato
Rosalba Ciarlini 2010/2014 – Operação Lava-Jato
Robinson Faria 2014 até hoje Operação Lava-Jato

FONTE: Blog do Primo

Papa recusa visita ao Brasil e envia carta puxando a orelha de Michel Temer

IMG_0594
Em uma carta na qual recusa um convite para visitar o Brasil, o papa Francisco cobrou o presidente Michel Temer para evitar medidas que agravem a situação da população carente no país.
A correspondência foi uma resposta a outra enviada pelo mandatário no fim de 2016, na qual o líder da Igreja Católica era convidado formalmente para as celebrações dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, comemorados em 2017. “Sei bem que a crise que o país enfrenta não é de simples solução, uma vez que tem raízes sócio-político-econômicas, e não corresponde à Igreja nem ao Papa dar uma receita concreta para resolver algo tão complexo”, escreveu o Pontífice, segundo trecho publicado pelo jornalista Gerson Camarotti, da “Globo News”.
“Porém não posso deixar de pensar em tantas pessoas, sobretudo nos mais pobres, que muitas vezes se veem completamente abandonados e costumam ser aqueles que pagam o preço mais amargo e dilacerante de algumas soluções fáceis e superficiais para crises que vão muito além da esfera meramente financeira”, acrescentou.

FONTE; Robson Pires

MOSSORÓ: Tem nova prefeita no comando

rosalba_nayara
A prefeita Rosalba Ciarlini transmitiu o cargo para a vice-prefeita Nayara Gadelha na manhã desta terça-feira (18) em ato realizado no Salão dos Grandes Atos do Palácio da Resistência.
Rosalba vai cumprir agenda administrativa em ministérios e órgãos federais em Brasília/DF durante toda a semana, com a vice-prefeita assumindo o cargo de prefeita interinamente no período de 18 a 24 de abril.

SÃO PAULO DO POTENGI: é aberto Processo seletivo para preencher 167 vagas em todos o níveis


A Prefeitura Municipal de São Paulo do Potengi, Rio Grande do Norte, publicou edital n°001/2017 de processo seletivo, com o fito de preencher 167 vagas para profissionais de todos os níveis de ensino, com ganhos salariais de até R$ 2.800,00.

As vagas são para os cargos/funções de Gerente de CRAS, Gerente do CREAS, Supervisor Técnico da Vigilância Social/Planejamento/Monitoramento e Avaliação, Gerente da Unidade (SCFV), Supervisor Técnico do Cadastro Único/Benefícios Sociais e PBF, Supervisor Técnico do ACESSUAS/Pronatec, Assistente Social, Secretária Executiva/Assistente Social, Professor, Recepcionista, Agente de Abordagem Social, Facilitador de Esporte e Lazer, Facilitador de Arte e Cultura, Orientador Social, Cadastrador/operador de sistemas, Arquivista, Operador de Sistema de Informação, Motorista, ASG/Auxiliar Operacional, Auxiliar de Cuidador Social, Auxiliar de Segurança, Pintor, Pedreiro, Operador de Motoniveladora, Auxiliar Operacional, Educador Social, Auxiliar Administrativo e Auxiliar Operacional.

As inscrições serão realizadas nos dias 17 e 18 de abril de 2017, no horário previsto para expediente, tendo como local a Secretaria Municipal de Tributação, localizada na Rua Bento Urbano, 04, Centro de São Paulo do Potengi (sede da Prefeitura Municipal).  Será cobrada uma taxa de inscrição de R$ 50,00 a R$ 100,00.

O processo seletivo simplificado será realizado em duas fases: a primeira consistirá em análise de currículo e experiência profissional; a segunda consistirá na realização de entrevista individual. Confira o Edital AQUI

fonte; DIÁRIO DE LAJES PINTADAS

Secretário de Segurança Pública do RN deixa o cargo

Caio Bezerra esteve no cargo por seis meses. No pedido de exoneração, ele alegou 'razões de ordem estritamente particular'.

 Caio Bezerra pediu exoneração do cargo de Secretário Esatdual de Segurança (Foto: Reprodução / InterTV Cabugi)
Caio César Bezerra anunciou na noite desta segunda-feira (17) que pediu exoneração do cargo de secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte. Em carta encaminhada ao governador Robinson Faria, ele alegou que deixa a secretaria por "razões de ordem estritamente particular".
Ele esteve à frente da Sesed por seis meses, mas antes desse período atuou como secretário adjunto da secretaria desde o início da atual gestão estadual. Caio é o terceiro secretário estadual de Segurança a deixar o cargo na gestão de Robinson Faria. A primeira secretária foi a delegada de Polícia Civil Kalina Leite que ficou de janeiro de 2015 a maio de 2016. Depois dela, assumiu a pasta o general Ronaldo Lundgren que ficou no cargo por pouco mais de 4 meses. Caio Bezerra assumiu em setembro de 2016.
"Por razões de ordem estritamente particular, que vem exigindo de mim maior atenção e dedicação, não é possível continuar à frente desta pasta. Somos cônscios que a Secretaria de Segurança Pública e suas instituições vinculadas não são indutoras da violência, pelo contrário. As forças de segurança pública trabalham além do limite da exaustão física para combater a violência. Dentre outras ações, foi motivo de orgulho haver contribuído em fundar os pilares da Polícia Comunitária no Estado do Rio Grande do Norte, inclusive com marcos normativos e sistemas informatizados para apoio desse importante processo de segurança pública. Contribuímos também para a criação do sistema estadual de Inteligência e com a implementação do sistema de Análise Criminal (sistema Converge), além do Plano Estratégico de Segurança Pública, o qual define uma política de segurança pública para os próximos quatro anos, da qual já se encontra em execução cerca de 49 milhões de reais de um total de 205 milhões para todo o período", diz a carta.
No documento, Caio diz ainda que a segurança pública vivencia uma fase de reestruturação e reorganização que fica "feliz de ter dado minha contribuição a esses importantes projetos inerentes à Segurança Pública de nosso Estado, assim como de ter participado do esforço de renovação do trabalho de investigação da polícia civil, mesclando a experiência dos mais antigos e oportunizando o aproveitamento dos novos policiais em posições estratégicas", diz a carta.

FONTE: G1.com

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Cosern lança aplicativo e clientes podem solicitar serviços pelo celular

Aplicativo_Cosern2
.A Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, lançou nesta segunda-feira (17) um aplicativo gratuito para smartphones (disponível para os sistemas Androide, IOS e Windows Phone) para ampliar o acesso dos seus 1,4 milhão de clientes aos serviços oferecidos pela Distribuidora.

Além da comunicação de eventual falta de energia, o cliente pode utilizar o aplicativo para solicitar a segunda via da conta, religação de energia, consultar o histórico de consumo e de faturas em aberto. É tudo fácil, rápido e gratuito.

Para acessar e baixar o novo aplicativo, o consumidor deve entrar nas lojas de compras disponíveis nos smartphones, buscar “Cosern” e instalar gratuitamente. É preciso realizar um cadastro com número do CPF ou CNPJ, da Conta Contrato e telefone de contato. Os dados cadastrais do cliente irão facilitar a localização da ocorrência, agilizando o tempo de atendimento.

Além do novo aplicativo, a Cosern disponibiliza outros canais de relacionamento com seus clientes, facilitando a realização de diversos serviços, também nas 169 agências físicas e nas redes credenciadas espalhadas por todo estado. Serviços comerciais e operacionais também podem ser acessados por meio do site (www.cosern.com.br) e pelo telefone 116.

EMPARN registra boas chuvas na Semana Santa

O boletim pluviométrico da Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) trouxe o registro de boas chuvas em todas as regiões do estado no acumulado da manhã da última quinta-feira (13) até a manhã desta segunda-feira (17). Choveu Em 78 dos pluviômetros monitorados, com precipitações mais fortes em municípios das regiões Central e Agreste.
Na mesorregião Oeste, choveu em Areia Branca, 34,4 milímetros(mm); Campo Grande, 31,4mm; Assu, 30,0mm; São Rafael, 28,8mm; Gov. Dix-sept Rosado, 13,4mm; Baraúna, 12,1mm; Frutuoso Gomes, 12,0mm e ainda em Rodolfo Fernandes, Viçosa, Messias Targino, Ipanguaçu, Pau dos Ferros, Riacho de Santana, Umarizal, entre outros municípios.
Na mesorregião Central, choveu mais forte em Santana do Matos, 57,0mm; Equador, 37,5mm; Ouro Branco, 33,0mm; São Bento do Norte, 33,0mm; São Vicente, 32,5mm; Caicó, 29,4mm; São Fernando, 24,4mm; Timbaúba dos Batistas, 22,5mm; Florânia, 22,0mm; São João do Sabugi, 22,0mm; Pedro Avelino, 18,4mm; Cerro Corá, 16,3mm e Lajes, 16,0mm. Choveu ainda em Jardim do Seridó, Caiçara do Rio dos Ventos, Acari, Guamaré, entre outros.
No Agreste, choveu mais forte em Vera Cruz, 63,7mm; Serrinha, 28,6mm; Boa Saúde, 25,4mm; Jaçanã, 25,2mm; Monte das Gameleiras, 21,0mm e ainda em Parazinho, Bento Fernandes, Sitio Novo, Santa Maria, Tangará, João Câmara e Rui Barbosa. No Leste, choveu em São Gonçalo do Amarante, 54,5mmn; Goianinha, 54,3mm; Natal, 44,7mm; Maxaranguape, 28,0mm; Pureza, 23,9mm e Montanhas, 21,5mm. Choveu ainda em Senador Georgino Avelino, Espírito Santo, Extremoz e Canguaretama.

CAIÇARA DO RIO DO VENTO: Prefeitura municipal recupera veículo da saúde que recebeu as ruínas

A Prefeitura municipal de CAIÇARA DO RIO DO VENTO, através da Secretaria da Saúde e atendendo  uma solicitação do Prefeito FILIPINHO, transportou hoje para uma oficina, o veículo tipo UNO, que encontrava-se no pátio da garagem no meio das sucatas, com finalidade de realizar os reparos necessários e passar a fazer parte da frota de veículos a disposição da população de nosso município. 

domingo, 16 de abril de 2017

EXCLUSIVO: Odebrecht: delatores citaram 415 políticos de 26 partidos

O PT lidera a lista com o maior número de filiados atingidos - ao todo, 93; PSDB e PMDB aparecem em seguida, ambos com 77


As delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht envolveram pelo menos 415 políticos de 26 dos 35 partidos legalmente registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O PT lidera a lista com o maior número de filiados atingidos – ao todo, 93 petistas foram citados nos depoimentos. Eles são seguidos de perto pelos integrantes dos dois principais partidos que dão sustentação ao governo de Michel Temer: PSDB e PMDB. Cada um tem 77 membros citados pelos delatores.
PT, PMDB e PSDB são os três maiores partidos do Congresso e representam as três mais importantes elites partidárias do país. Juntos, eles concentram 59,5% dos políticos enredados nas delações da maior empreiteira nacional. É o que mostra o levantamento feito pelo jornal O Estado de S.Paulo em todas as 337 petições com pedidos de investigação feitas pelo procurador-geral de Justiça, Rodrigo Janot, e encaminhadas ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

FONTE: Veja/Veja

Silvio Santos fala sobre a previsão da própria morte e surpreende

Perto de completar oitenta e seis anos, Silvio falou do assunto: 'O pessoal não acredita, mas eu sim'
aeaa
Nesse domingo (4), o jornal ‘Folha de São Paulo’ publicou uma reportagem com Silvio Santos sobre a exposição que está sendo feita em um museu de São Paulo sobre a vida do dono do SBT.
No entanto, o que vem chamando atenção dos fãs do apresentador é uma suposta previsão feita por uma cigana, que disse que se ele der alguma entrevista, aparecer em filme ou livro, falecerá no dia seguinte.
Perto de completar oitenta e seis anos, Silvio falou do assunto: “O pessoal não acredita, mas eu sim. E não vou me arriscar. A cigana só falou de filme, livro e entrevista. Exposição, não”, brincou o apresentador, que em seguida disse que é isso o que faz recusar alguns convites de entrevistas na televisão.
A homenagem a Silvio Santos acontecerá a partir da quarta-feira (7), no Museu da Imagem e do Som de São Paulo. Os ingressos precisam ser agendados no site da instituição. O dono do SBT disse que visitaria a homenagem e que isso aconteceria a qualquer hora, emendando em seguida dizendo que era muito bom ser homenageado.
Recentemente, outro Vidente provocou polêmica em todo o país. Carlinhos, que teria previsto a tragédia com o avião da Chapecoense, em um programa de televisão, indicou que Silvio pode morrer de um ataque cardíaco no ano que vem. A previsão irritou os fãs do dono do SBT.

Presidenciáveis fora da lista de Fachin ensaiam discurso ético para 2018

Ciro Gomes (PDT-CE), Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e Marina Silva (Rede-AC) avaliam que lista de pessoas citadas não surpreende e criticam investigados pela Lava Jato
ciro marina bolsonaro
Os três presidenciáveis que ficaram de fora da lista de Fachin já ensaiam um discurso ético para as eleições de 2018. Ciro Gomes (PDT-CE), Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e Marina Silva (Rede-AC) avaliam que a lista de pessoas citadas não surpreende e criticam os investigados pela Lava Jato. A informação é da edição deste domingo do jornal O Estado de S.Paulo.
A ex-ministra do Meio Ambiente no governo Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou para atacar a gestão Michel Temer, o Congresso Nacional e o PT, para o qual, segundo ela, “o poder de partido falou mais alto do que o poder de nação”. Marina ressaltou que “não é o momento para discutir nomes de quem está ou não na lista, mas, sim, de pensar como o Brasil vai fazer essa travessia para uma sociedade melhor, de como mudar um Congresso que está lá graças ao caixa 2 e à corrupção”. A ex-ministra disse ainda que “a eleição de 2014 foi uma fraude por causa do abuso de poder econômico”.
Questionada sobre como fazer uma campanha sem se relacionar com a corrupção, ela afirmou que as campanhas podem ser diferenciadas e não precisam ser do jeito que estão. “Esse modelo de política não funciona. O poder concentra o poder nele mesmo”, disse. Já Bolsonaro afirmou que esperava os nomes que estão na lista. Disse que, “quando o Poder Executivo vai ao Congresso, é para comprar voto”. Quanto às eleições de 2018, o deputado afirmou que, “se o povo reeleger o atual Congresso, ele merece o poder que tem”. O deputado afirmou que, se eleito, não vai lotear o governo em troca de governabilidade. Perguntado se isso não traria caos ao Planalto, Bolsonaro disse que “caos é o atual governo”. Risco.
Ex-ministro de Itamar Franco e também de Lula, Ciro Gomes atacou a generalização que a divulgação dos investigados no STF causa na sociedade. “A pena política não pode ser a mesma de alguém que recebeu R$ 50 mil com recibo e de outro que vendeu uma medida provisória”, afirmou. Segundo ele, “o pior dos mundos é incitar a opinião pública, o que coloca em risco a democracia”. O pré-candidato do PDT ainda criticou os outros dois que estão fora da lista de Fachin. “Olha o moralismo da Marina, do Bolsonaro!” Quando questionado quem seria seu maior adversário em uma corrida presidencial, o cearense respondeu: “Se o debate for inteligente sobre qual a solução do Brasil, eu reino!”.

FONTE: Agência Estado

TCE vê ‘inconformidades’ e alerta prefeitos

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) emitiu alerta a cinco prefeitos paraibanos após a auditoria do órgão constatar inconformidades nos projetos de Lei Orçamentária Anual (LOA). Os alertas foram publicados em edição do Diário Oficial do TCE.
Na lista estão as prefeituras de Jacaraú, Cajazeirinhas, Assunção, Capim, Pombal e Remígio. Os alertas foram assinados pelos conselheiros Nominando Diniz e Oscar Mamede.
O alerta serve para para que os prefeitos tomem conhecimento da análise realizada, adotem as medidas para corrigir os problemas e não incorrerem em irregularidade, além disso, a pretensão é evitar que as mesmas falhas ocorram na próxima Lei Orçamentária.

MACAÍBA: Caminhonete e van batem de frente e deixam nove feridos na BR-304, RN




A Polícia Rodoviária Federal registrou um grave acidente, na noite deste sábado (15), na cidade de Macaíba. Uma caminhonete e uma van colidiram de frente, deixando nove pessoas feridas. Todos foram socorridos para o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal.
De acordo com o inspetor Tibério Freitas, da PRF, o acidente aconteceu por volta das 19h30, no Km 301 da BR-304. “Os veículos envolvidos eram uma pickup Mitsubishi L200 e uma van Renault Master. Na caminhonete estava apenas o motorista e na van estavam oito ocupantes”, explica o policial rodoviário federal.
Ainda segundo informações repassadas pelo inspetor Tibério, apesar da violência da colisão entre os dois veículos, não houve registro de óbito.
“A PRF e SAMU [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] foram ao local e nove pessoas foram socorridas, sendo todas levadas ao Hospital Walfredo Gurgel”, completou.

A Polícia Rodoviária Federal ainda investiga o que teria provocado o acidente. A reportagem entrou em contato com hospital para saber o estado de saúde das vítimas, mas não obteve resposta.

Com informações do G1/RN / FOTOS Cedidas

sábado, 15 de abril de 2017

LAVA JATO: Esplanada, julgamento no STF do caso Odebrecht pode durar mais de cinco anos

A investigação e o julgamento no Supremo Tribunal Federal dos que forem comprovadamente envolvidos no esquema da Odebrecht pode durar mais de cinco anos (o Mensalão, de pagamento de mesada por votações, demorou sete anos desde a revelação).
Em suma, a Procuradoria Geral da República colocou todos os citados num balaio só: o STF e a PGR terão de descobrir ainda o que é caixa dois, o que é propina e o que é doação legal para os políticos. Parte dos deletados pode ser inocentada.
Ou seja…
Será longo caminho, o que pode frustrar expectativas geradas pela sociedade de Justiça rápida. Até o julgamento, muita gente pode se livrar ou não ter mais mandato.

FONTE: O Dia